Car­ta da edi­to­ra

Runner’s World (Brazil) - - ÍNDICE - PATRICIA JULIANELLI, DI­RE­TO­RA DE REDAÇÃO

EEn­con­trar uma pes­soa ba­ca­na pa­ra di­vi­dir a vi­da (ou par­te de­la) não é das ta­re­fas mais fá­ceis. Até por­que nós es­ta­mos em constante mu­dan­ça. Se em certo mo­men­to qu­e­re­mos al­guém que nos dê su­por­te, em ou­tro bus­ca­mos li­ber­da­de aci­ma de tu­do. Se em uma fa­se qu­e­re­mos o se­gu­ro, o ga­ran­ti­do, em ou­tra es­ta­mos dis­pos­tos a nos aven­tu­rar em bus­ca des­sa tal fe­li­ci­da­de.

Com a es­co­lha de um tê­nis de cor­ri­da, a história se­gue na mes­ma to­a­da. Não exis­te um tê­nis per­fei­to, mas, sim, o ide­al pa­ra aque­le mo­men­to da vi­da. E is­so va­ria de acor­do com uma sé­rie de fa­to­res. Só pa­ra lis­tar al­guns de­les: nos­so pe­so, nos­so con­di­ci­o­na­men­to, nos­sa pla­ni­lha de trei­nos, nos­sas me­tas no es­por­te. Se a me­ta é uma maratona, por exem­plo, pro­va­vel­men­te va­mos nos be­ne­fi­ci­ar de um mo­de­lo com um pou­co mais de amor­te­ci­men­to pa­ra os lon­gões. E tal­vez um mais

bai­xi­nho pa­ra os trei­nos de ve­lo­ci­da­de. Por sor­te, vo­cê po­de en­con­trar um que tra­ga amor­te­ci­men­to na me­di­da pa­ra vo­cê, sem com­pro­me­ter a res­pos­ta.

E por es­sa es­co­lha ser tão pes­so­al e, mui­tas vezes, com­ple­xa que a gen­te tes­ta à exaus­tão os lan­ça­men­tos do mer­ca­do a ca­da se­mes­tre pa­ra que vo­cê te­nha ele­men­tos pa­ra uma de­ci­são cons­ci­en­te. No Guia do Tê­nis des­ta edição, são 37 mo­de­los ava­li­a­dos em um la­bo­ra­tó­rio in­de­pen­den­te nos Es­ta­dos Uni­dos (sem vín­cu­lo com qual­quer marca) e de­pois tes­ta­dos por mais de 250 cor­re­do­res nos Es­ta­dos Uni­dos e no Bra­sil. Só de­pois das du­as eta­pas con­cluí­das, nós nos sen­ti­mos con­for­tá­veis pa­ra es­cre­ver so­bre eles.

E, por falar em con­for­to, es­sa é a pa­la­vra má­gi­ca em qual­quer re­la­ci­o­na­men­to. Por mais que a gen­te te­nha li­do ou ou­vi­do a res­pei­to, só te­re­mos a cer­te­za de que aque­la pes­soa ou tê­nis é “nos­so nú­me­ro” – pe­lo me­nos na­que­la fa­se da vi­da – se tes­tar­mos. Se no si­lên­cio, qu­an­do es­ti­ve­rem jun­tos, a pa­la­vra pa­ra de­fi­nir o mo­men­to for con­for­to, vo­cê acer­tou na es­co­lha.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.