Sal­mos pa­ra tu­do

Re­ze com fé e con­si­ga aqui­lo que de­se­ja

Salmos & Anjos - - News -

Sal­mo 61

Leia es­se sal­mo pa­ra... ...pre­ser­var a saú­de

Ou­ve, ó Deus, o meu cla­mor; aten­de à mi­nha ora­ção. ✥ 2 Des­de o fim da ter­ra cla­ma­rei a ti, quando o meu co­ra­ção estiver des­mai­a­do; le­va-me pa­ra a ro­cha que é mais al­ta do que eu. ✥ 3 Pois tens si­do um re­fú­gio pa­ra mim, e uma tor­re for­te con­tra o ini­mi­go. ✥ 4 Ha­bi­ta­rei no teu ta­ber­ná­cu­lo pa­ra sem­pre; abri­gar-me-ei no es­con­de­ri­jo das tu­as asas (Se­lá). ✥ 5 Pois tu, ó Deus, ou­vis­te os meus vo­tos; des­te-me a he­ran­ça dos que te­mem o teu no­me. ✥ 6 Pro­lon­ga­rás os dias do rei; e os seus anos se­rão co­mo mui­tas ge­ra­ções. ✥ 7 Ele per­ma­ne­ce­rá di­an­te de Deus pa­ra sem­pre; pre­pa­ra-lhe mi­se­ri­cór­dia e ver­da­de que o pre­ser­vem. ✥ 8 As­sim can­ta­rei lou­vo­res ao teu no­me per­pe­tu­a­men­te, pa­ra pa­gar os meus vo­tos de dia em dia.

Sal­mo 63

Leia es­se sal­mo pa­ra... ...pro­te­ger-se de men­ti­ras, mal­da­de e vin­gan­ça

O Deus, tu és o meu Deus, de ma­dru­ga­da te bus­ca­rei; a mi­nha al­ma tem se­de de ti; a mi­nha car­ne te de­se­ja mui­to em uma ter­ra se­ca e can­sa­da, on­de não há água; ✥ 2 Pa­ra ver a tua for­ça e a tua gló­ria, co­mo te vi no san­tuá­rio. ✥ 3 Por­que a tua be­nig­ni­da­de é melhor do que a vi­da, os meus lá­bi­os te lou­va­rão. ✥ 4 As­sim eu te ben­di­rei en­quan­to vi­ver; em teu no­me le­van­ta­rei as mi­nhas mãos. ✥ 5 A mi­nha al­ma se far­ta­rá, co­mo de tu­ta­no e de gor­du­ra; e a mi­nha bo­ca te lou­va­rá com ale­gres lá­bi­os. ✥ 6 Quando me lem­brar de ti na mi­nha ca­ma, e me­di­tar em ti nas vi­gí­li­as da noite. ✥ 7 Por­que tu tens si­do o meu au­xí­lio; en­tão, à som­bra das tu­as asas me re­go­zi­ja­rei. ✥ 8 A mi­nha al­ma te se­gue de per­to; a tua des­tra me sus­ten­ta. ✥ 9 Mas aque­les que pro-

cu­ram a mi­nha al­ma pa­ra a des­truir irão pa­ra as pro­fun­de­zas da Ter­ra. ✥ 10 Cai­rão à es­pa­da; se­rão uma ra­ção pa­ra as ra­po­sas. ✥ 11 Mas o rei se re­go­zi­ja­rá em Deus; qual­quer que por ele ju­rar se glo­ri­a­rá; por­que se ta­pa­rão as bo­cas dos que fa­lam a men­ti­ra.

Sal­mo 64

Leia es­se sal­mo pa­ra... ...es­cla­re­cer mis­té­ri­os

Ou­ve, ó Deus, a mi­nha voz na mi­nha ora­ção; guar­da a mi­nha vi­da do te­mor do ini­mi­go. ✥ 2 Es­con­de­me do se­cre­to con­se­lho dos maus, e do tumulto dos que pra­ti­cam a ini­qui­da­de. ✥ 3 Que afi­a­ram as su­as lín­guas co­mo es­pa­das; e ar­ma­ram por su­as fle­chas pa­la­vras amar­gas, ✥ 4 A fim de ati­ra­rem em lu­gar ocul­to ao que é ín­te­gro; dis­pa­ram so­bre ele re­pen­ti­na­men­te, e não te­mem. ✥ 5 Fir­mam-se em mau in­ten­to; fa­lam de ar­mar la­ços se­cre­ta­men­te, e di­zem: Qu­em os ve­rá? ✥ 6 An­dam in­qui­rin­do ma­lí­ci­as, in­qui­rem tu­do o que se po­de in­qui­rir; e am­bos, o ín­ti­mo pen­sa­men­to de cada um de­les, e o co­ra­ção, são pro­fun­dos. ✥ 7 Mas Deus ati­ra­rá so­bre eles uma se­ta, e de re­pen­te fi­ca­rão fe­ri­dos. ✥ 8 As­sim eles fa­rão com que as su­as lín­guas tro­pe­cem con­tra si mes­mos; to­dos aque­les que os vi­rem, fu­gi­rão. ✥ 9 E to­dos os ho­mens te­me­rão, e

anun­ci­a­rão a obra de Deus; e con­si­de­ra­rão pru­den­te­men­te os fei­tos de­le. ✥ 10 O jus­to se ale­gra­rá no Se­nhor, e con­fi­a­rá ne­le, e to­dos os re­tos de co­ra­ção se glo­ri­a­rão.

Sal­mo 67

Leia es­se sal­mo pa­ra...

...atrair a pros­pe­ri­da­de às em­pre­sas e aos tra­ba­lha­do­res

Deus te­nha mi­se­ri­cór­dia de nós e nos aben­çoe; e fa­ça res­plan­de­cer o seu ros­to so­bre nós (Se­lá). ✥ 2 Pa­ra que se co­nhe­ça na Ter­ra o teu ca­mi­nho, e en­tre to­das as na­ções a tua sal­va­ção. ✥ 3 Lou­vem-te a ti, ó Deus, os po­vos; lou­vem-te os po­vos to­dos. ✥ 4 Ale­grem-se e re­go­zi­jem-se as na­ções, pois jul­ga­rás os po­vos com equi­da­de, e go­ver­na­rás as na­ções so­bre a ter­ra (Se­lá). ✥ 5 Lou­vem-te a ti, ó Deus, os po­vos; lou­vem-te os po­vos to­dos. ✥ 6 En­tão a ter­ra da­rá o seu fru­to; e Deus, o nos­so Deus, nos aben­ço­a­rá. ✥ 7 Deus nos aben­ço­a­rá, e to­das as ex­tre­mi­da­des da ter­ra o te­me­rão.

Sal­mo 75

Leia es­se sal­mo pa­ra...

...aju­dar a ser jus­to e for­te ao au­xi­li­ar os ou­tros

A ti, ó Deus, glo­ri­fi­ca­mos, a ti da­mos lou­vor, pois o teu no­me es­tá per­to, as tu­as ma­ra­vi­lhas o de­cla­ram. ✥ 2 Quando eu ocu­par o lu­gar de­ter­mi­na­do, jul­ga­rei re­ta­men­te. ✥ 3 A ter­ra e to­dos os seus mo­ra­do-

res es­tão dis­sol­vi­dos, mas eu for­ta­le­ci as su­as co­lu­nas (Se­lá). ✥ 4 Dis­se eu aos loucos: Não en­lou­que­çais, e aos ím­pi­os: Não le­van­teis a fron­te; ✥ 5 Não le­van­teis a vos­sa fron­te al­ti­va, nem fa­leis com cer­viz du­ra. ✥ 6 Por­que nem do ori­en­te, nem do oci­den­te, nem do de­ser­to vem a exal­ta­ção. ✥ 7 Mas Deus é o Juiz: a um aba­te, e a ou­tro exal­ta. ✥ 8 Por­que na mão do Se­nhor há um cá­li­ce cu­jo vi­nho é tin­to; es­tá cheio de mis­tu­ra; e dá a be­ber de­le; mas as es­có­ri­as de­le to­dos os ím­pi­os da ter­ra as sor­ve­rão e be­be­rão. ✥ 9 E eu o de­cla­ra­rei pa­ra sem­pre; can­ta­rei lou­vo­res ao Deus de Ja­có. ✥ 10 E que­bra­rei to­das as for­ças dos ím­pi­os, mas as for­ças dos jus­tos se­rão exal­ta­das.

Sal­mo 82

Leia es­se sal­mo pa­ra...

...aju­dar a hu­ma­ni­da­de a se li­vrar das ex­plo­ra­ções re­li­gi­o­sas e do fa­na­tis­mo

Deus es­tá na con­gre­ga­ção dos po­de­ro­sos; jul­ga no meio dos deu­ses. ✥ 2 Até quando jul­ga­reis in­jus­ta­men­te, e acei­ta­reis as pes­so­as dos ím­pi­os? (Se­lá). ✥ 3 Fa­zei jus­ti­ça ao po­bre e ao ór­fão; jus­ti­fi­cai o afli­to e o ne­ces­si­ta­do. ✥ 4 Li­vrai o po­bre e o ne­ces­si­ta­do; ti­rai-os das mãos dos ím­pi­os. ✥ 5 Eles não co­nhe­cem, nem en­ten­dem; an­dam em tre­vas; to­dos os fun­da­men­tos da ter­ra va­ci­lam. ✥ 6 Eu dis­se: Vós sois deu­ses, e to­dos vós fi­lhos do Al­tís­si­mo. ✥ 7 To­da­via mor­re­reis co­mo ho­mens, e cai­reis co­mo qual­quer dos prín­ci­pes. ✥ 8 Le­van­ta-te, ó Deus, jul­ga a ter­ra, pois tu pos­suis to­das as na­ções.

Sal­mo 85

Leia es­se sal­mo pa­ra...

...ob­ter a luz en­vi­a­da por Deus e cla­re­ar to­dos os seus caminhos ru­mo ao su­ces­so

Aben­ço­as­te, Se­nhor, a tua ter­ra; fi­zes­te vol­tar o ca­ti­vei­ro de Ja­có. ✥ 2 Per­do­as­te a ini­qui­da­de do teu po­vo; co­bris­te to­dos os seus pe­ca­dos (Se­lá). ✥ 3 Fi­zes­te ces­sar to­da a tua indignação; des­vi­as­te-te do ar­dor da tua ira. ✥ 4 Tor­na-nos a tra­zer, ó Deus da nossa sal­va­ção, e fa­ze ces­sar a tua ira de so­bre nós. ✥ 5 Aca­so es­ta­rás sem­pre ira­do con­tra nós? Es­ten­de­rás a tua ira a to­das as ge­ra­ções? ✥ 6 Não tor­na­rás a vi­vi­fi­car-nos, pa­ra que o teu po­vo se ale­gre em ti? ✥ 7 Mos­tra­nos, Se­nhor, a tua mi­se­ri­cór­dia, e con­ce­de-nos a tua sal­va­ção. ✥ 8 Es­cu­ta­rei o que Deus, o Se­nhor, fa­lar; por­que fa­la­rá de paz ao seu po­vo, e aos san­tos, pa­ra que não vol­tem à lou­cu­ra. ✥ 9 Cer­ta­men­te que a sal­va­ção es­tá per­to da­que­les que o te­mem, pa­ra que a gló­ria ha­bi­te na nossa ter­ra. ✥ 10 A mi­se­ri­cór­dia e a ver­da­de se en­con­tra­ram; a jus­ti­ça e a paz se bei­ja­ram. ✥ 11 A ver­da­de bro­ta­rá da ter­ra, e

a jus­ti­ça olha­rá des­de os céus. ✥ 12 Tam­bém o Se­nhor da­rá o que é bom, e a nossa ter­ra da­rá o seu fru­to. ✥ 13 A jus­ti­ça irá adi­an­te de­le, e nos po­rá no ca­mi­nho das su­as pi­sa­das.

Sal­mo 91

Leia es­se sal­mo pa­ra... ...agra­de­cer e pe­dir pro­te­ção Aque­le que ha­bi­ta no es­con­de­ri­jo do Al­tís­si­mo, à som­bra do oni­po­ten­te des­can­sa­rá. ✥ 2 Di­rei do Se­nhor: ‘Ele é o meu Deus, o meu re­fú­gio, a mi­nha for­ta­le­za, e Ne­le con­fi­a­rei’. ✥ 3 Por­que Ele te li­vra­rá do la­ço do pas­sa­ri­nhei­ro, e da pes­te per­ni­ci­o­sa. ✥ 4 Ele te co­bri­rá com as su­as pe­nas, e de­bai­xo das su­as asas te con­fi­a­rás; a sua ver­da­de se­rá o teu es­cu­do e bro­quel. ✥ 5 Não te­rás me­do do ter­ror de noite nem da se­ta que voa de dia, ✥6 Nem da pes­te que an­da na es­cu­ri­dão, nem da mor­tan­da­de que as­so­la ao meio-dia. ✥ 7 Mil cai­rão ao teu la­do, e dez mil à tua di­rei­ta, mas não che­ga­rá a ti. ✥ 8 So­men­te com os teus olhos con­tem­pla­rás e ve­rás a re­com­pen­sa dos ím­pi­os. ✥ 9 Por­que tu, ó Se­nhor, és o meu re­fú­gio. No Al­tís­si­mo fi­zes­te a tua ha­bi­ta­ção. ✥ 10 Ne­nhum mal te su­ce­de­rá, nem pra­ga al­gu­ma che­ga­rá à tua ten­da. ✥ 11 Por­que aos seus an­jos da­rá or­dem a teu res­pei­to, pa­ra te guar­da­rem em to­dos os teus caminhos. ✥ 12 Eles te sus­ten­ta­rão nas su­as mãos, pa­ra que não tro­pe­ces com o teu pé em pe­dra. ✥ 13 Pi­sa­rás o leão e a co­bra; cal­ca­rás aos pés o fi­lho do leão e a ser­pen­te. ✥ 14 Por­quan­to tão en­ca­re­ci­da­men­te me amou, tam­bém eu o li­vra­rei; pô-lo­ei em re­ti­ro al­to, por­que co­nhe­ceu o meu no­me. ✥ 15 Ele me in­vo­ca­rá, e eu lhe res­pon­de­rei; es­ta­rei com ele na an­gús­tia; de­la o re­ti­ra­rei, e o glo­ri­fi­ca­rei. ✥ 16 Far­tá-lo-ei com lon­gu­ra de dias, e lhe mos­tra­rei a mi­nha sal­va­ção.

Sal­mo 93

Leia es­se sal­mo pa­ra...

...pe­dir bên­çãos pa­ra o lar

O Se­nhor rei­na; es­tá ves­ti­do de ma­jes­ta­de. O Se­nhor se re­ves­tiu e cin­giu de po­der; o mun­do tam­bém es­tá fir­ma­do, e não po­de­rá va­ci­lar. ✥ 2 O teu tro­no es­tá fir­me des­de en­tão; tu és des­de a eter­ni­da­de. ✥ 3 Os ri­os le­van­tam, ó Se­nhor, os ri­os le­van­tam o seu ruí­do, os ri­os le­van­tam as su­as on­das. ✥ 4 Mas o Se­nhor nas al­tu­ras é mais po­de­ro­so do que o ruí­do das gran­des águas e do que as gran­des on­das do mar. ✥ 5 Mui fiéis são os teus tes­te­mu­nhos; a san­ti­da­de con­vém à tua ca­sa, Se­nhor, pa­ra sem­pre.

Sal­mo 95

Leia es­se sal­mo pa­ra... ...for­ta­le­cer o cor­po e a al­ma Vin­de, can­te­mos ao Se­nhor; ju­bi­le­mos à ro­cha da nossa sal­va­ção.

✥ 2 Apre­sen­te­mo-nos an­te a sua fa­ce com lou­vo­res, e ce­le­bre­mo-lo com sal­mos. ✥ 3 Por­que o Se­nhor é Deus gran­de, e rei gran­de so­bre to­dos os deu­ses. ✥ 4 Nas su­as mãos es­tão as pro­fun­de­zas da ter­ra, e as al­tu­ras dos mon­tes são su­as. ✥ 5 Seu é o mar, e ele o fez, e as su­as mãos for­ma­ram a ter­ra se­ca. ✥ 6 O, vin­de, ado­re­mos e pros­tre­mo-nos; ajo­e­lhe­mos di­an­te do Se­nhor que nos cri­ou. ✥ 7 Por­que ele é o nos­so Deus, e nós po­vo do seu pas­to e ove­lhas da sua mão. Se ho­je ou­vir­des a sua voz, ✥ 8 Não en­du­re­çais os vos­sos co­ra­ções, as­sim co­mo na pro­vo­ca­ção e co­mo no dia da ten­ta­ção no de­ser­to; ✥ 9 Quando vos­sos pais me ten­ta­ram, me pro­va­ram, e vi­ram a mi­nha obra. ✥ 10 Qu­a­ren­ta anos es­ti­ve des­gos­ta­do com es­ta ge­ra­ção, e dis­se: É um po­vo que er­ra de co­ra­ção, e não tem co­nhe­ci­do os meus caminhos. ✥ 11 A qu­em ju­rei na mi­nha ira que não en­tra­rão no meu re­pou­so.

Sal­mo 96

Leia es­se sal­mo pa­ra... ...au­men­tar a alegria de vi­ver Can­tai ao Se­nhor um cân­ti­co no­vo, can­tai ao Se­nhor to­da a ter­ra. ✥ 2 Can­tai ao Se­nhor, ben­di­zei o seu no­me; anun­ci­ai a sua sal­va­ção de dia em dia. ✥ 3 Anun­ci­ai en­tre as na­ções a sua gló­ria; en­tre to­dos os po­vos as su­as ma­ra­vi­lhas. ✥ 4 Por­que gran­de é o Se­nhor, e dig­no de lou­vor, mais te­mí­vel do que to­dos os deu­ses. ✥ 5 Por­que to­dos os deu­ses dos po­vos são ído­los, mas o Se­nhor fez os céus. ✥ 6 Gló­ria e ma­jes­ta­de es­tão an­te a sua fa­ce, for­ça e for­mo­su­ra no seu san­tuá­rio. ✥ 7 Dai ao Se­nhor, ó fa­mí­li­as dos po­vos, dai ao Se­nhor gló­ria e for­ça. ✥ 8 Dai ao Se­nhor a gló­ria de­vi­da ao seu no­me; tra­zei ofe­ren­da, e en­trai nos seus átri­os. ✥9 Ado­rai ao Se­nhor na be­le­za da san­ti­da­de; tre­mei di­an­te de­le to­da a ter­ra. ✥ 10 Di­zei en­tre os gen­ti­os que o Se­nhor rei­na. O mun­do tam­bém se fir­ma­rá pa­ra que se não aba­le; jul­ga­rá os po­vos com re­ti­dão. ✥ 11 Ale­grem-se os céus, e re­go­zi­je-se a ter­ra; bra­me o mar e a sua ple­ni­tu­de. ✥ 12 Ale­gre-se o cam­po com tu­do o que há ne­le; en­tão se re­go­zi­ja­rão to­das as ár­vo­res do bos­que, ✥ 13 An­te a fa­ce 128 do Se­nhor, por­que vem, por­que vem a jul­gar a ter­ra; jul­ga­rá o mun­do com jus­ti­ça e os po­vos com a sua ver­da­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.