ASSUMINDO O CON­TRO­LE

Segredos da Mente - - Pílulas -

Co­mo des­ta­ca a psi­có­lo­ga Le­tí­cia Rapô­so, é es­sen­ci­al ter em mente que nem to­da cri­se po­de ser in­ter­rom­pi­da, “e is­so de­pen­de de al­guns fa­to­res, co­mo a in­ten­si­da­de com a qual os tra­ços se ma­ni­fes­tam e o ti­po de sin­to­ma que apa­re­ce”. Ca­so con­trá­rio, exis­tem al­gu­mas me­di­das que po­dem aju­dar no con­tro­le de um aces­so de an­si­e­da­de.

Au­to­co­nhe­ci­men­to:

se o in­di­ví­duo sou­ber o pon­to em que seu cor­po po­de en­trar em co­lap­so, ele co­me­ça a en­ten­der o que de­ve fa­zer pa­ra evi­tar a cri­se. “A pes­soa fi­ca bem an­te­na­da quan­to a es­sas mu­dan­ças e con­se­gue pa­rar a evo­lu­ção des­se ci­clo, po­rém, quan­do não, ela fi­ca mais vul­ne­rá­vel”, res­sal­ta a psi­có­lo­ga clí­ni­ca Gra­zi­e­la Van­ni.

Fo­co e con­for­to:

es­sas são pa­la­vras-cha­ve quan­do se tra­ta de uma cri­se. Is­so por­que, se a pes­soa tem al­go, co­mo um co­po de água ou al­guém que lhe pas­se se­gu­ran­ça, os sin­to­mas co­me­çam a se dis­si­par. Por is­so, a im­por­tân­cia de fa­mi­li­a­res e ami­gos sa­be­rem man­ter a cal­ma ca­so al­guém pró­xi­mo en­tre em cri­se.

Re­mé­di­os:

des­de que o pa­ci­en­te te­nha uma in­di­ca­ção mé­di­ca, há cal­man­tes que são co­lo­ca­dos em­bai­xo da lín­gua na mo­men­to do ata­que e os si­nais pas­sam em ques­tão de mi­nu­tos. “Po­rém, não se re­co­men­da que a pes­soa uti­li­ze mais de três por dia”, aler­ta Gra­zi­e­la. E sem­pre dar pre­fe­rên­cia aos mé­to­dos mais na­tu­rais (sai­ba mais na pá­gi­na 28), não dei­xan­do es­sas subs­tân­ci­as se tor­na­rem a pri­mei­ra op­ção.

Res­pi­ra­ção con­tro­la­da:

se con­cen­trar na res­pi­ra­ção e bus­car dei­xá-la mais pau­sa­da tam­bém po­de aju­dar. En­tre­tan­to, “a res­pi­ra­ção pro­fun­da em al­guns ca­sos exa­ta­men­te na ho­ra da cri­se não aju­da, prin­ci­pal­men­te se ela es­tá com o sin­to­ma de fal­ta de ar. O me­lhor, nes­se mo­men­to, é fa­zê-la mu­dar o fo­co”, ori­en­ta a pro­fis­si­o­nal.

CONSULTORIAS

Es­ter Tor­res Nascimento, psi­có­lo­ga; Gra­zi­e­la Van­ni, psi­có­lo­ga clí­ni­ca cog­ni­ti­va- com­por­ta­men­tal; Le­ti­cia Rapô­so, psi­có­lo­ga, mes­tre em psi­co­lo­gia clí­ni­ca, es­pe­ci­a­lis­ta em me­di­a­ção de con­fli­tos, pós- gra­du­a­da em te­ra­pia de fa­mí­lia e em te­ra­pia in­fan­to-ju­ve­nil.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.