NÃO CONFUNDA!

Segredos da Mente - - NEWS -

A es­qui­zo­fre­nia e o transtorno bi­po­lar po­dem ter ma­ni­fes­ta­ções se­me­lhan­tes, co­mo sin­to­mas de­pres­si­vos no pri­mei­ro ca­so e, até mes­mo, de­lí­ri­os no se­gun­do. No en­tan­to, pa­ra ob­ter um di­ag­nós­ti­co efi­ci­en­te e, con­se­quen­te­men­te, um tra­ta­men­to cer­tei­ro, é im­por­tan­te en­ten­der as di­fe­ren­ças en­tre am­bos dis­túr­bi­os. A es­qui­zo­fre­nia se apre­sen­ta co­mo uma fu­ga da re­a­li­da­de por meio de alu­ci­na­ções en­vol­ven­do os sen­ti­dos do cor­po (co­mo vi­são e au­di­ção). Além dis­so, ma­ni­fes­ta-se por meio de al­te­ra­ções no jul­ga­men­to, de­sor­ga­ni­za­ções de pen­sa­men­tos e re­clu­são so­ci­al. Em qua­dros mais gra­ves, po­de acar­re­tar em um pre­juí­zo cog­ni­ti­vo. Seu tra­ta­men­to in­clui o con­tro­le das psi­co­ses, dan­do a opor­tu­ni­da­de do pa­ci­en­te se re­co­nec­tar com a fa­mí­lia, ami­gos e a so­ci­e­da­de em si (sai­ba mais na pá­gi­na 8). Por ou­tro la­do, no transtorno bi­po­lar há uma al­te­ra­ção no com­por­ta­men­to do in­di­ví­duo, di­re­ta­men­te re­la­ci­o­na­do com o hu­mor. Ou se­ja, as cri­ses – que va­ri­am en­tre epi­só­di­os de­pres­si­vos e ma­nía­cos – são os­ci­la­ções do es­ta­do nor­mal de con­tro­le pa­ra uma tris­te­za pro­fun­da ou uma fa­se de eu­fo­ria sú­bi­ta. Es­sas mu­dan­ças po­dem du­rar di­as, se­ma­nas ou me­ses, sen­do que a re­cu­pe­ra­ção após a cri­se é me­nos ne­ga­ti­va do que a es­qui­zo­fre­nia ( já que es­ta po­de per­ma­ne­cer com me­dos e sen­ti­men­tos de per­se­gui­ção con­tí­nuo). Já o tra­ta­men­to con­tro­la as va­ri­a­ções das emo­ções (sai­ba mais na pá­gi­na 12).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.