AUMENTE O TERMOSTATO

Apro­vei­te o ve­rão ao má­xi­mo: cor­rer no ca­lor po­de tra­zer mui­tos be­ne­fí­ci­os pa­ra sua per­for­man­ce

Sport Life - - NESTA EDIÇÃO - por MA­RI­NA GO­MES

Apro­vei­te o ve­rão ao má­xi­mo: cor­rer no ca­lor po­de tra­zer mui­tos be­ne­fí­ci­os pa­ra sua per­for­man­ce

Al­gu­mas pes­qui­sas têm re­ve­la­do que trei­nar no ca­lor po­de con­tri­buir – e mui­to – pa­ra me­lho­rar o de­sem­pe­nho. Ou se­ja, sa­ben­do apro­vei­tar, o sol se­rá óti­mo ali­a­do. Um dos mais des­ta­ca­dos ci­en­tis­tas que es­tu­dam o te­ma é Ch­ris­topher Min­son, do de­par­ta­men­to de Fi­si­o­lo­gia Hu­ma­na da Uni­ver­si­da­de de Ore­gon, Es­ta­dos Uni­dos. “Sa­be­mos há mui­to tem­po que a acli­ma­ta­ção ao ca­lor é efi­caz em me­lho­rar o de­sem­pe­nho em am­bi­en­tes quen­tes. Ago­ra uma pes­qui­sa mais re­cen­te da mi­nha equi­pe su­ge­re que tam­bém po­de me­lho­rar a per­for­man­ce em am­bi­en­tes mais fri­os. As adap­ta­ções que o corredor ad­qui­re com os trei­nos no ca­lor irão aju­dá-lo”, diz. O que acon­te­ce é que es­te t ipo de trei­no pro­mo­ve o au­men­to do vo­lu­me san­guí­neo (prin­ci­pal­men­te o do plas­ma), apri­mo­ra o me­ta­bo­lis­mo ener­gé­ti­co da ter­mor­re­gu­la­ção e da fun­ção car­di­o­vas­cu­lar. “Pa­ra mui­tos atle­tas ou cor­re­do­res de lon­ga dis­tân­cia, ape­nas se ex­por ao ca­lor após seus trei­nos nor­mais tam­bém aju­da a ga­nhar al­guns des­ses be­ne­fí­ci­os”, com­ple­ta o pes­qui­sa­dor.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.