Di­ca: co­mo fa­zer uma car­ta ar­gu­men­ta­ti­va?

Superguia Enem - Português e Redação - - Sumário -

A car­ta ar­gu­men­ta­ti­va tam­bém é um for­ma­to co­bra­do pe­los ves­ti­bu­la­res, en­tre eles, a Uni­camp (Uni­ver­si­da­de Es­ta­du­al de Cam­pi­nas). Pa­ra is­so, é im­por­tan­te en­ten­der a di­fe­ren­te na es­tru­tu­ra­ção de tal tex­to. Além

dis­so, po­de ser uma boa ma­nei­ra pa­ra trei­nar a es­cri­ta e o po­der de ar­gu­men­ta­ção. Ve­ja a se­guir al­gu­mas di­cas pa­ra es­tar pre­pa­ra­do em qual­quer si­tu­a­ção.

Car­ta ar­gu­men­ta­ti­va Com uma lin­gua­gem cla­ra e ob­je­ti­va, o au­tor da car­ta vi­sa con­ven­cer a pes­soa pa­ra a qual es­tá es­cre­ven­do por meio de ar­gu­men­tos bem es­tru­tu­ra­dos. De­ve-se sem­pre fi­car aten­to à pro­pos­ta, por­que o grau de for­ma­li­da­de do tex­to de­pen­de­rá da re­la­ção en­tre o emis­sor e o in­ter­lo­cu­tor, ou se­ja, quem es­tá es­cre­ven­do a car­ta e quem a re­ce­be­rá. A es­tru­tu­ra bá­si­ca de­ve se­guir o mo­de­lo:

• Ca­be­ça­lho (é a pri­mei­ra li­nha da re­da­ção, na mar­gem do pa­rá­gra­fo. Ne­la, é obri­ga­tó­rio con­ter: no­me da ci­da­de, dia, mês e ano. Por exem­plo: São Pau­lo, 26 de abril de 2005);

• Vo­ca­ti­vo (lo­go na pró­xi­ma li­nha, na mar­gem do pa­rá­gra­fo, en­con­tra-se a sau­da­ção di­re­ci­o­na­da ao des­ti­na­tá­rio. Nes­se pon­to, é es­sen­ci­al que ha­ja uma es­co­lha ade­qua­da e pre­ci­sa com re­la­ção a quem a car­ta é di­re­ci­o­na­da);

• Cor­po do tex­to (tam­bém ini­ci­a­do na mar­gem do pa­rá­gra­fo, é o es­pa­ço des­ti­na­do à de­fe­sa da te­se. Po­de-se uti­li­zar a pri­mei­ra e a ter­cei­ra pes­so­as do dis­cur­so. Va­le res­sal­tar que as li­nhas exi­gi­das pe­la pro­pos­ta con­tam pa­ra es­se es­pa­ço, uma vez que os de­mais são fi­xos);

• Des­pe­di­da (na li­nha lo­go de­pois do cor­po do tex­to. É re­co­men­da­do que se use ter­mos co­mo “aten­ci­o­sa­men­te” e “cor­di­al­men­te”, mas uma des­pe­di­da de for­ma cri­a­ti­va não es­tá des­car­ta­da);

• As­si­na­tu­ra (no­me ou ini­ci­ais de quem en­vi­ou a car­ta, de­pen­de do que o ves­ti­bu­lar exi­gir. Por is­so, fi­que aten­to às ins­tru­ções).

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.