BONDE JA­PO­NÊS RES­TAU­RA­DO CIRCULARÁ EM SAN­TOS

Sushi Art - - TURISMO -

Aci­da­de de San­tos pre­vê a cir­cu­la­ção de um bonde ja­po­nês res­tau­ra­do, nos tri­lhos do cen­tro até 9 de agos­to ‒ Dia Mu­ni­ci­pal da Luta pe­lo De­sar­ma­men­to Nuclear e Paz Mun­di­al. Pa­ra apro­vei­tar e ho­me­na­ge­ar as ví­ti­mas da bom­ba atô­mi­ca, em 1945.

Se­rá o sé­ti­mo bonde em cir­cu­la­ção. Oriun­do do Ja­pão em 1958, com 34 lu­ga­res, ele foi do­a­do pe­la cidade de Na­ga­sa­ki a San­tos em ce­le­bra­ção aos 40 anos de ir­man­da­de en­tre as du­as ci­da­des.

No mo­men­to são adap­ta­das as ro­das do veí­cu­lo, pa­ra que pos­sa cir­cu­lar. “A linha de San­tos re­mon­ta ao sé­cu­lo XIX. Elas têm 1.350 mi­lí­me­tros e é a úni­ca no mun­do com a me­di­da, pois fo­ram pre­ser­va­das do bonde que li­ga­va o cen­tro de San­tos a São Vi­cen­te. As ro­das ori­gi­nais estão na mão de uma em­pre­sa bra­si­lei­ra.

A pre­vi­são que es­te­jam pron­tas em bre­ve”, ex­pli­ca o en­ge­nhei­ro res­pon­sá­vel pe­la res­tau­ra­ção do bonde, Mar­cos Ro­gé­rio Nas­ci­men­to.

A do­a­ção foi ofi­ci­a­li­za­da em 2014. A Pre­fei­tu­ra de San­tos e a CET (Com­pa­nhia de En­ge­nha­ria de Trá­fi­co) de­ci­di­ram en­trar com o pro­je­to no De­par­ta­men­to de Apoio ao De­sen­vol­vi­men­to dos Mu­ni­cí­pi­os Tu­rís­ti­cos (Da­de­tur). A ava­li­a­ção téc­ni­ca co­me­çou em 2016. E ini­ci­a­ram os tra­ba­lhos de res­tau­ra­ção.

A CET tra­ba­lha na adap­ta­ção do bonde pa­ra a cap­ta­ção de ener­gia via aé­rea. O veí­cu­lo ja­po­nês usa­rá o mes­mo sis­te­ma dos tró­le­bus que já ope­ram na cidade. Mais um atra­ti­vo aos mo­ra­do­res e tu­ris­tas que apre­ci­am des­fru­tar pro­gra­mas cul­tu­rais e so­ci­al da cidade.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.