In­di­ca­do­res an­te­ce­den­tes apon­tam ace­le­ra­ção em mar­ço

Valor Econômico - - BRASIL - Arí­cia Mar­tins

Os in­di­ca­do­res que an­te­ce­dem o com­por­ta­men­to da ati­vi­da­de di­vul­ga­dos pa­ra mar­ço apon­tam ace­le­ra­ção no mês pas­sa­do de­pois de um fe­ve­rei­ro mais fra­co, so­bre­tu­do na in­dús­tria. Se­gun­do eco­no­mis­tas, da­dos co­mo pro­du­ção e ven­das de veí­cu­los, ex­pe­di­ção de pa­pe­lão on­du­la­do e flu­xo pe­da­gi­a­do nas ro­do­vi­as re­for­çam pro­je­ções po­si­ti­vas pa­ra o de­sem­pe­nho do Pro­du­to In­ter­no Bru­to (PIB) no pri­mei­ro tri­mes­tre, ain­da que em rit­mo mais mo­des­to do que o pre­vis­to an­te­ri­or­men­te.

De acor­do com a An­fa­vea, en­ti­da­de que reú­ne as mon­ta­do­ras, 267,5 mil veí­cu­los fo­ram pro­du­zi­dos em mar­ço, al­ta de 13,5% so­bre igual pe­río­do de 2017 e de 5,5% an­te fe­ve­rei­ro, após des­sa­zo­na­li­za­ção fei­ta pe­la AZ Qu­est. Ou­tros nú­me­ros in­di­ca­ti­vos de ati­vi­da­de mais for­te nas fá­bri­cas são as ven­das de pa­pe­lão on­du­la­do, que au­men­ta­ram 1,3% na pas­sa­gem men­sal, tam­bém após ajus­te, e o flu­xo pe­da­gi­a­do de veí­cu­los pe­sa­dos nas es­tra­das, que su­biu 1,2%.

“Mar­ço pa­re­ce ter si­do um mês mais po­si­ti­vo e por is­so man­ti­ve­mos nos­sa pro­je­ção pa­ra o PIB do pri­mei­ro tri­mes­tre”, que é de ex­pan­são de 0,4% so­bre os três me­ses an­te­ri­o­res, fei­tos os ajus­tes sa­zo­nais, diz An­dré Mul­ler, eco­no­mis­ta da AZ Qu­est.

Pa­ra que es­se nú­me­ro se con­cre­ti­ze, po­rém, é pre­ci­so que a ati­vi­da­de ace­le­re de fa­to no ter­cei­ro mês do ano, con­for­me si­na­li­zam os an­te­ce­den­tes já co­nhe­ci­dos, diz Mul­ler. Em su­as es­ti­ma­ti­vas pre­li­mi­na­res, a pro­du­ção in­dus­tri­al cres­ceu 0,1% en­tre fe­ve­rei­ro e mar­ço, en­quan­to o Ín­di­ce de Ati­vi­da­de Econô­mi­ca do Ban­co Cen­tral (IBC-Br) avan­çou 0,4% no pe­río­do.

No cur­to pra­zo, o com­por­ta­men­to da ati­vi­da­de econô­mi­ca em mar­ço vai de­fi­nir a ve­lo­ci­da­de do cres­ci­men­to du­ran­te o pri­mei­ro tri­mes­tre de 2018, afir­ma o de­par­ta­men­to econô­mi­co do MUFG, no­vo no­me do Bank of Tokyo Mit­su­bishi UFJ. Pa­ra os eco­no­mis­tas do ban­co, o IBC-Br su­biu 0,35% no ter­cei­ro mês do ano, es­ti­ma­ti­va con­di­zen­te com a pro­je­ção pa­ra o PIB nos pri­mei­ros três me­ses do ano, que de­ve ter cres­ci­do 0,39% so­bre o úl­ti­mo tri­mes­tre de 2017.

Lu­cas Sou­za, eco­no­mis­ta da Ten­dên­ci­as Con­sul­to­ria, afir­ma que os in­di­ca­do­res in­dus­tri­ais ti­ve­ram com­por­ta­men­to mais ani­ma­dor em mar­ço, o que de­ve aju­dar o cres­ci­men­to no pri­mei­ro tri­mes­tre. Mes­mo as­sim, a es­ti­ma­ti­va de que a eco­no­mia cres­ceu 0,9% no pri­mei­ro tri­mes­tre se­rá revista pa­ra bai­xo, diz. “Es­se nú­me­ro es­tá ca­da vez in­do mais pa­ra fo­ra de jogo.”

Do la­do do va­re­jo, uma das prin­ci­pais sur­pre­sas ne­ga­ti­vas em fe­ve­rei­ro, os si­nais tam­bém são de al­gu­ma me­lho­ra em mar­ço. Me­di­do pe­la Se­ra­sa Ex­pe­ri­an, o In­di­ca­dor de Ati­vi­da­de do Co­mér­cio mos­trou que o mo­vi­men­to nas lo­jas su­biu 0,6% an­te o mês ime­di­a­ta­men­te an­te­ri­or. No va­re­jo pau­lis­ta­no, as ven­das avan­ça­ram 3,3% no mês, na com­pa­ra­ção com igual pe­río­do de 2017, se­gun­do me­di­ção da As­so­ci­a­ção Co­mer­ci­al de São Paulo (ACSP). A al­ta foi pu­xa­da pe­las ven­das a pra­zo, que cres­ce­ram 3,3%, en­quan­to as ven­das à vis­ta fi­ca­ram 0,5% mai­o­res.

“Mar­ço pa­re­ce ter si­do um mês um pou­co melhor, prin­ci­pal­men­te no ra­mo de bens de con­su­mo du­rá­veis, mas ain­da em rit­mo fra­co”, ava­lia Mar­cel So­li­meo, eco­no­mis­ta-che­fe da ACSP, pa­ra quem a re­to­ma­da do co­mér­cio ocor­re em ve­lo­ci­da­de mais len­ta do que o pre­vis­to. “Es­ta­mos aguar­dan­do que o im­pac­to da re­du­ção dos ju­ros com­pen­se a in­je­ção de re­cur­sos do FGTS no ano pas­sa­do”, diz, o que de­ve ocor­rer nos pró­xi­mos me­ses.

No ce­ná­rio da en­ti­da­de, o vo­lu­me de ven­das no va­re­jo res­tri­to, que não in­clui au­to­mó­veis e ma­te­ri­al de cons­tru­ção, de­ve che­gar a ju­nho com al­ta de 4,6% no acu­mu­la­do em 12 me­ses. Cal­cu­la­da pe­lo IBGE, a Pes­qui­sa Men­sal do Co­mér­cio (PMC) mos­tra ex­pan­são de 2,8% nes­sa me­di­da até fe­ve­rei­ro.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.