Juí­za au­to­ri­za que gru­po de se­na­do­res ve­ri­fi­que con­di­ções de pri­são de Lu­la

Valor Econômico - - POLÍTICA - Ra­fa­el Mo­ro Mar­tins

Um gru­po for­ma­do por 15 se­na­do­res vai ho­je a Cu­ri­ti­ba pa­ra ave­ri­guar as con­di­ções em que o ex­pre­si­den­te Luiz Iná­cio Lu­la da Sil­va es­tá pre­so des­de o dia 7 de abril na su­pe­rin­ten­dên­cia da Po­lí­cia Fe­de­ral (PF) no Pa­ra­ná pa­ra cum­prir a pena de 12 anos e 1 mês em re­gi­me fe­cha­do a que foi con­de­na­do no ca­so do apar­ta­men­to trí­plex.

A vi­a­gem foi apro­va­da pe­la Co­mis­são de Di­rei­tos Hu­ma­nos do Se­na­do na se­ma­na pas­sa­da. A jus­ti­fi­ca­ti­va é “ve­ri­fi­car as con­di­ções de en­car­ce­ra­men­to do ex­pre­si­den­te e dos de­mais pre­sos”.

A juí­za fe­de­ral subs­ti­tu­ta Ca­ro­li­na Mou­ra Leb­bos, da 12a Va­ra, res­pon­sá­vel pe­la exe­cu­ção pe­nal da sen­ten­ça do pe­tis­ta, in­di­cou em des­pa­cho pu­bli­ca­do on­tem que não irá im­pe­dir os se­na­do­res de fa­la­rem com Lu­la, mas iro­ni­zou a jus­ti­fi­ca­ti­va apre­sen­ta­da pe­los par­la­men­ta­res.

“Em­bo­ra não te­nha che­ga­do ao co­nhe­ci­men­to des­te juí­zo qual­quer [sic] in­for­ma­ção de vi­o­la­ção a di­rei­tos de pes­so­as cus­to­di­a­das na Su­pe­rin­ten­dên­cia da Po­lí­cia Fe­de­ral em Cu­ri­ti­ba, já do­ta­das de de­fe­sas téc­ni­cas cons­ti­tuí­das, tam­pou­co te­nha si­do ex­pres­sa no ofí­cio a mo­ti­va­ção da apro­va­ção da di­li­gên­cia, dê-se, des­de lo­go, ci­ên­cia à Su­pe­rin­ten­dên­cia da Po­lí­cia Fe­de­ral em Cu­ri­ti­ba e ao Mi­nis­té­rio Pú­bli­co Fe­de­ral”, ano­tou.

A se­cre­ta­ria da Co­mis­são de Di­rei­tos Hu­ma­nos in­for­mou que a de­le­ga­ção de se­na­do­res che­ga­rá à PF às 14h. Vi­a­jam ao Pa­ra­ná Va­nes­sa Graz­zi­o­tin (PC­doB-AM), Re­gi­na Sou­sa (PT-PI), Ân­ge­la Por­te­la (PDTRR), Glei­si Hoff­mann (PT-PR), Fá­ti­ma Be­zer­ra (PT-RN), Lind­bergh Fa­ri­as (PT-RJ), Tel­má­rio Mo­ta (PTBRR), Paulo Paim (PT-RS), Jor­ge Vi­a­na (PT-AC) e Paulo Ro­cha (PT-AC), to­dos in­te­gran­tes da co­mis­são. Eles te­rão o re­for­ço de Ro­ber­to Re­quião (MDB-PR), João Ca­pi­be­ri­be (PSB-AP), Lí­di­ce da Ma­ta (PSB-BA), Hum­ber­to Cos­ta (PT-PE) e Jo­sé Pi­men­tel (PT-CE). A vi­si­ta ocor­re­rá uma se­ma­na de­pois de um gru­po de no­ve ex-go­ver­na­do­res ten­tar ver o ex-pre­si­den­te mas ter a en­tra­da bar­ra­da pe­la juí­za.

A Se­cre­ta­ria da Se­gu­ran­ça Pú­bli­ca do Pa­ra­ná anun­ci­ou no fim da tar­de de on­tem um acor­do com PT, Cen­tral Úni­ca dos Tra­ba­lha­do­res (CUT) e Mo­vi­men­to dos Tra­ba­lha­do­res Sem Ter­ra (MST) pa­ra re­ti­rar de ru­as vi­zi­nhas à su­pe­rin­ten­dên­cia da PF o acam­pa­men­to mon­ta­do por ma­ni­fes­tan­tes con­trá­ri­os à pri­são de Lu­la.

Os ma­ni­fes­tan­tes te­rão de dei­xar o lo­cal até o fim da tar­de de ho­je, mas po­de­rão re­a­li­zar ma­ni­fes­ta­ções das 8h às 19h30, no lo­cal em que até on­tem es­ta­va o acam­pa­men­to, in­clu­si­ve com equi­pa­men­tos de som. O lo­cal de per­noi­te ain­da não foi de­fi­ni­do, mas é pro­vá­vel que os ma­ni­fes­tan­tes usem ter­re­nos particulares pró­xi­mos à PF. Em tro­ca, a Pre­fei­tu­ra de Cu­ri­ti­ba acei­tou sus­pen­der uma ação que le­vou a Jus­ti­ça do Pa­ra­ná a fi­xar mul­ta diá­ria de R$ 500 mil a qual­quer acam­pas­se na re­gião.

Em car­ta à mi­li­tân­cia, di­vul­ga­da nas re­des so­ci­ais e li­da pe­la se­na­do­ra Glei­si Hoff­mann, Lu­la es­cre­veu: “Eu ou­vi o que vo­cês can­ta­ram. Es­tou mui­to agra­de­ci­do pe­la re­sis­tên­cia e pre­sen­ça de vo­cês nes­te ato de so­li­da­ri­e­da­de. Te­nho cer­te­za que não es­tá lon­ge o dia em que a Jus­ti­ça va­le­rá a pena. Na ho­ra em que fi­car de­fi­ni­do que quem co­me­teu cri­me se­ja pu­ni­do. E que quem não co­me­teu se­ja ab­sol­vi­do. Con­ti­nuo de­sa­fi­an­do a Po­lí­cia Fe­de­ral da La­va Ja­to, o Mi­nis­té­rio Pú­bli­co da La­va Ja­to, o Mo­ro e a se­gun­da ins­tân­cia a pro­va­rem o cri­me que ale­gam que eu co­me­ti”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.