Tur­ma do Su­pre­mo de­ci­de se acei­ta de­nún­cia con­tra Aé­cio

Se­na­dor é acu­sa­do de re­ce­ber pro­pi­na da JBS; ele res­pon­de a ou­tras oi­to in­ves­ti­ga­ções no STF

Valor Econômico - - POLÍTICA - Maí­ra Ma­gro e Vand­son Li­ma

A Pri­mei­ra Tur­ma do Su­pre­mo Tri­bu­nal Fe­de­ral (STF) de­ci­de es­ta tar­de se acei­ta de­nún­cia da Pro­cu­ra­do­ria-Ge­ral da Re­pú­bli­ca (PGR) con­tra o se­na­dor Aé­cio Ne­ves (PSDB-MG). Ele é acu­sa­do de re­ce­ber pro­pi­na de R$ 2 mi­lhões da JBS em tro­ca de fa­vo­re­ci­men­to, além de ten­tar obs­truir as in­ves­ti­ga­ções da Ope­ra­ção La­va-Ja­to. Se a de­nún­cia for acei­ta, o inqué­ri­to se­rá trans­for­ma­do em ação pe­nal e Aé­cio se tor­na­rá réu pe­la pri­mei­ra vez. O se­na­dor res­pon­de a ou­tras oi­to in­ves­ti­ga­ções em cur­so no STF.

O re­la­tor do ca­so é o mi­nis­tro Mar­co Au­ré­lio Mel­lo. Tam­bém in­te­gram a Pri­mei­ra Tur­ma os mi­nis­tros Alexandre de Mo­ra­es, Luís Ro­ber­to Bar­ro­so, Ro­sa We­ber e Luiz Fux.

A de­nún­cia con­tra Aé­cio foi apre­sen­ta­da pe­lo ex-pro­cu­ra­dor­ge­ral da Re­pú­bli­ca Ro­dri­go Ja­not com ba­se na Ope­ra­ção Pat­mos, des­do­bra­men­to da La­va-Ja­to. Co­mo par­te da ação con­tro­la­da en­vol­ven­do as de­la­ções de exe­cu­ti­vos da JBS, Aé­cio foi gra­va­do pe­din­do R$ 2 mi­lhões ao em­pre­sá­rio Jo­es­ley Ba­tis­ta. O se­na­dor jus­ti­fi­cou na gra­va­ção que o di­nhei­ro se­ria usa­do em sua de­fe­sa na La­va-Ja­to. O tu­ca­no tam­bém é acu­sa­do de pres­si­o­nar mem­bros do go­ver­no e da Po­lí­cia Fe­de­ral pa­ra es­co­lher de­le­ga­dos pa­ra con­du­zir os inqué­ri­tos da La­vaJa­to, em uma ten­ta­ti­va, se­gun­do a PGR, de obs­truir as in­ves­ti­ga­ções.

Tam­bém fo­ram de­nun­ci­a­dos no mes­mo ca­so An­dréa Ne­ves, ir­mã do se­na­dor, o em­pre­sá­rio Fre­de­ri­co Pa­che­co, pri­mo de Aé­cio, e Mendher­son Sou­za Li­ma, ex-as­ses­sor par­la­men­tar do se­na­dor Ze­zé Per­rel­la (PMDB-MG), que foi fla­gra­do trans­por­tan­do di­nhei­ro re­pas­sa­do pe­lo do­no da JBS des­ti­na­do a Aé­cio.

A es­tra­té­gia da de­fe­sa do se­na­dor é ale­gar que as pro­vas ob­ti­das a par­tir das de­la­ções da JBS são nu­las e, por­tan­to, não ser­vem pa­ra em­ba­sar a acu­sa­ção. On­tem, Aé­cio acu­sou a PGR de men­tir na de­nún­cia em re­la­ção às da­tas das ne­go­ci­a­ções pa­ra co­la­bo­ra­ção pre­mi­a­da da JBS, bem co­mo so­bre a da­ta de re­ce­bi­men­to das gra­va­ções que o im­pli­ca­ram. Pa­ra a de­fe­sa, há cla­ros in­dí­ci­os de que a PGR ten­ta es­con­der que Jo­es­ley fez as gra­va­ções já ori­en­ta­do pe­la PGR, o que o ór­gão ne­ga.

“Se a PGR tem co­nhe­ci­men­to pré­vio das gra­va­ções, es­sas são nu­las. E a PGR ti­nha ci­ên­cia pré­via. Jo­es­ley saiu de uma reu­nião de vá­ri­as ho­ras com a PGR pa­ra fa­zer co­mi­go a gra­va­ção”, afir­mou Aé­cio, em en­tre­vis­ta con­vo­ca­da pa­ra apre­sen­tar sua de­fe­sa. “Não es­ta­mos fa­lan­do de um ci­da­dão exem­plar, mas de um cri­mi­no­so, réu con­fes­so de mais de 250 cri­mes, que vai gra­var al­guém pa­ra trans­for­mar a con­ver­sa em al­go com­pro­me­te­dor e re­ce­ber be­ne­fí­cio pe­la co­la­bo­ra­ção”, dis­se.

O se­na­dor acu­sou a PGR de “fal­se­ar” su­pos­ta li­ga­ção de­le com o ex-vi­ce-pre­si­den­te da Cai­xa Econô­mi­ca Fe­de­ral Fá­bio Cle­to e mem­bros do MDB pa­ra, com is­so, tor­nar o mi­nis­tro Ed­son Fa­chin res­pon­sá­vel pe­lo ca­so (de­vi­do a uma su­pos­ta co­ne­xão en­tre os fa­tos), e le­vá-lo a pe­dir me­di­das cau­te­la­res. “O mi­nis­tro Fa­chin atu­ou em um pro­ces­so que, co­mo ele mes­mo re­co­nhe­ceu de­pois, não po­dia ter jul­ga­do. E ele de­cre­tou pri­sões, afas­ta­men­to meu do Se­na­do, de­ter­mi­nou es­cu­tas te­lefô­ni­cas”, ques­ti­o­nou Aé­cio.

Tam­bém on­tem, a pro­cu­ra­do­ra-ge­ral da Re­pú­bli­ca, Ra­quel Dod­ge, rei­te­rou pe­di­do pa­ra que o STF acei­te a de­nún­cia. Em me­mo­ri­al, ela des­ta­cou a exis­tên­cia de pro­vas no inqué­ri­to, co­mo a gra­va­ção de con­ver­sa de Aé­cio e o re­gis­tro de en­tre­ga do di­nhei­ro a um in­ter­lo­cu­tor do se­na­dor.

PEDRO LADEIRA/FOLHAPRESS

Aé­cio: “Não es­ta­mos fa­lan­do de um ci­da­dão exem­plar, mas de um cri­mi­no­so, réu con­fes­so de mais de 250 cri­mes”

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.