Chi­na ‘ex­por­ta’ de­fla­ção até pa­ra o Bra­sil

Valor Econômico - - Primeira Página - Bruno Villas Bôas

A baixa dos preços das com­mo­di­ti­es mi­ne­rais e agrí­co­las no ata­ca­do, de­cor­ren­te da re­du­ção na de­man­da da Chi­na, ex­pli­ca, em par­te, os ín­di­ces que apresentam de­fla­ção no Bra­sil. O Ín­di­ce Ge­ral de Preços-Mer­ca­do (IGP-M) caiu 0,6% em sua pri­mei­ra lei­tu­ra de se­tem­bro e o Ín­di­ce de Preços ao Pro­du­tor Am­plo (IPA) re­cu­ou 0,95%. En­tre eco­no­mis­tas, vol­tou à to­na a per­cep­ção de que a Chi­na atua ho­je co­mo gran­de “ex­por­ta­do­ra” de de­fla­ção pa­ra o res­to do mun­do — e pa­ra o Bra­sil. A de­fla­ção no IGP-M não foi mais in­ten­sa por­que a des­va­lo­ri­za­ção do re­al fren­te ao dó­lar con­tra­ba­lan­çou a que­da das com­mo­di­ti­es.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.