Se­tor au­to­mo­ti­vo te­rá mais du­as com­pa­nhi­as na bol­sa

Valor Econômico - - EMPRESAS | | S.A. - Gra­zi­el­la Va­len­ti

His­tó­ria boa pa­ra con­tar é que as pre­ten­den­tes à aber­tu­ra de ca­pi­tal mais pro­cu­ram na ho­ra de se apre­sen­tar aos po­ten­ci­ais in­ves­ti­do­res. Pois é o que te­rão as mais no­vas in­te­gran­tes da fi­la de ofer­ta de ações na Bo­ves­pa, com os su­ces­si­vos recordes da in­dús­tria au­to­mo­bi­lís­ti­ca no Bra­sil. A fa­bri­can­te de alar­mes e sis­te­mas de se­gu­ran­ça pa­ra car­ros e mo­tos PST Ele­trô­ni­ca e a re­de de con­ces­si­o­ná­ri­as UAB Mo­tors le­va­ram seus pe­di­dos de re­gis­tro à Co­mis­são de Va­lo­res Mo­bi­liá­ri­os (CVM) nes­sa se­ma­na.

Fun­da­da em 1988, pe­los en­ge­nhei­ros Sér­gio Cer­quei­ra Lei­te e Mar­cos Fer­ret­ti, a PST de­sen­vol­ve e fa­bri­ca alar­mes, dis­po­si­ti­vos de se­gu­ran­ça e de ras­tre­a­men­to de veí­cu­los. Pos­sui uni­da­de pro­du­ti­va em Cam­pi­nas, sua ci­da­de de ori­gem, no in­te­ri­or pau­lis­ta, e em Ma­naus (AM). Des­de 1997, a ame­ri­ca­na Sto­ne­rid­ge tem 50% do­ne­gó­cio. Os fun­da­dos Lei­te e Fer­ret­ti man­tém-se na em­pre­sa, com 33,3% e 16,7% do ca­pi­tal, res­pec­ti­va­men­te.

Nos pri­mei­ros no­ve me­ses des­te ano, a PST, tam­bém do­na das mar­cas Po­si­tron e Con­cept, fa­tu­rou R$ 190 mi­lhões lí­qui­dos, equi­va­len­te a um cres­ci­men­to de 31% an­te igual pe­río­do de 2006. A ca­pa­ci­da­de de ge­ra­ção de cai­xa su­biu 37% nes­se in­ter­va­lo, pa­ra R$ 43,3 mi­lhões, en­quan­to o lu­cro lí­qui­do evo­luiu 29,6%, pa­ra R$ 24,5 mi­lhões.

A em­pre­sa pre­ten­de fa­zer uma ofer­ta mis­ta de ações, pri­má­ria e se­cun­dá­ria, no No­vo Mer­ca­do. Com o di­nhei­ro da emis­são de no­vos pa­péis, o pla­no é de­sen­vol­ver no­vos pro­du­tos e en­trar no seg­men­to de se­gu­ran­ça do­més­ti­ca. Pa­ra tan­to, não des­car­ta aqui­si­ções e par­ce­ri­as. O en­di­vi­da­men­to vem sen­do re­du­zi­do gra­du­al­men­te des­de 2004, quan­do so­ma­va qua­se R$ 20 mi­lhões, pa­ra os R$ 2,6 mi­lhões apre­sen­ta­dos em se­tem­bro pas­sa­do.

Já a UAB Mo­tors ini­ci­ou sua atu­a­ção em 1999 co­mo uma sub­si­diá­ria do gru­po ame­ri­ca­no Pens­ke Au­to­mo­ti­ve Group, an­ti­ga Uni­ted Au­to Group. O ne­gó­cio foi ini­ci­a­do por An­dré Ri­bei­ro, com o Au­to Shop­ping Ari­can­du­va. Atu­al­men­te, pos­sui re­pre­sen­ta­ção de se­te mar­cas de au­to­mó­veis, co­mer­ci­a­li­za­das em 17 con­ces­si­o­ná­ri­as lo­ca­li­za­das em São Pau­lo e Pa­ra­ná.

A cap­ta­ção na bol­sa au­xi­li­a­rá a com­pa­nhia num grande pas­so pa­ra sua ex­pan­são. A com­pa­nhia se­lou nes­te mês um ne­gó­cio que agre­ga­rá 20 pon­tos de ven­da, con­cen­tra­dos na re­gião me­tro­po­li­ta­na de São Pau­lo, em Be­lo Ho­ri­zon­te. Tra­ta-se de uma tran­sa­ção de R$ 348 mi­lhões, que de­ve ser hon­ra­da em­par­ce­las, até 2009. No­mo­men­to, ape­nas R$ 14,5 mi­lhões fo­ram pa­gos. Adí­vi­da da em­pre­sa, em­se­tem­bro, so­ma­va R$ 60 mi­lhões.

Opla­no é lis­tar a em­pre­sa no No­vo Mer­ca­do, com uma ofer­ta pri­má­ria e uma se­cun­dá­ria. Na ope­ra­ção, além de An­dré Ri­bei­ro, Lincoln da Cu­nha Pe­rei­ra, Mau­rí­cio Vaz Ro­dri­gues e João Al­ber­to Gross Fi­guei­ró se­rão os ven­de­do­res da fa­tia se­cun­dá­ria. A ame­ri­ca­na Pens­ke e o gru­po ja­po­nês Mit­sui, am­bos mi­no­ri­tá­ri­os, não cons­tam en­tre os ven­de­do­res. O gru­po ja­po­nês têm 25% da hol­ding AR In­vest­ments — só­cia ma­jo­ri­tá­ria da UAB com 92,6% do ca­pi­tal to­tal. O res­tan­te es­tá na com­pa­nhia que car­re­ga o in­ves­ti­men­to da Pens­ke.

Com as 17 uni­da­des que pos­sui atu­al­men­te, o ba­lan­ço da UAB Mo­tors apon­ta fa­tu­ra­men­to lí­qui­do de R$ 517,3 mi­lhões nos pri­mei­ros no­ve me­ses des­te ano. Es­se to­tal é 104% su­pe­ri­or aos R$ 253,3 mi­lhões acu­mu­la­dos no mes­mo in­ter­va­lo de 2006por­que acom­pa­nhi­a­man­te­ve, nes­te ano, o mes­mo ape­ti­te con­so­li­da­dor que vem de­mons­tran­do des­de 2005, quan­do pas­sou a fa­zer aqui­si­ções pa­ra agre­gar mar­cas e pon­tos de ven­da ao seu port­fó­lio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Brazil

© PressReader. All rights reserved.