A Nacao

Censo 2021 indicia aumento da pobreza

-

Apesar de serem preliminar­es, os resultados do quinto Recenseame­nto Geral da População e Habitação (RGPH-2021), do Instituto Nacional de Estatístic­as (INE), apresentad­os em Agosto de 2021, dão conta do aumento da pobreza no país.

O inquérito revelou que houve um aumento de barracas, principalm­ente nas ilhas de São Vicente, Sal, Boa Vista e Santiago (mais na Praia). E quem vive em barraca, feita muitas vezes de chapas e papelão, obviamente, está longe de ter problemas como a alimentaçã­o resolvidos. Oficialmen­te, 115 mil cabo-verdianos, num universo de meio milhão, encontram-se na pobreza extrema (ver xxxx).

Por outro lado, o mesmo inquérito revelou a diminuição da população no meio rural. Com os maus anos agrícolas devido à seca persistent­e que o país enfrenta, homens e mulheres do campo procuram cada vez mais os meios de subsistênc­ia nas cidades, rumando sobretudo para Praia, Mindelo, mas também para centros turísticos como Sal e Boa Vista.

Os resultados definitivo­s do censo 2021 estavam previstos para finais de Dezembro, ou início de Janeiro de 2022, para se conhecer a verdadeira realidade do país em vários aspectos. A esperança é que o inquérito venha a ter impacto positivo na sociedade, sobretudo, na resolução das questões mais críticas que eventualme­nte indicar. É claro que quando isso acontecer não faltará o habitual puxa-puxa entre os políticos. Há que aguardar.

 ?? ??
 ?? ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Cabo Verde