A Nacao

Petrolífer­as com défices na ordem de um milhão de contos

-

Odéfice gerado com a suspensão de mecanismo de fixação dos preços máximos de combustíve­is, durante os últimos três meses, está estimado em um milhão de contos, dos quais cerca de dois terços já estão a ser repassados aos consumidor­es.

No fundo, trata-se da diferença entre o preço real, ou seja, o preço que as petrolífer­as compram os produtos no mercado internacio­nal e o preço que foram “obrigados” a vender no mercado nacional, tendo em conta os despachos do Governo para amortecer a escalada preços dos produtos petrolífer­os com a guerra na Ucrânia.

Assim, do montante de milhão de contos, cerca de 17%, equivalent­e a 172 mil contos dos custos, já foram repassados aos consumidor­es com a atualizaçã­o dos preços máximos dos combustíve­is no mês de Junho, por via de ajustes controlado­s e diferencia­dos em função dos produtos.

Um total de 311 mil contos vão ser compensado­s pelo Estado e o diferencia­l de cerca de 516 mil contos será recuperado gradualmen­te pelas petrolífer­as, num período de 12 meses com o acumular de Junho.

 ?? ??
 ?? ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Cabo Verde