Fer­nan­do Cou­to Ri­bei­ro “gra­to” e “fe­liz”com au­di­tó­rio cheio na apre­sen­ta­ção do li­vro

A Verdade - - DESPORTO -

s di­as As­sim”, o li­vro de Fer­nan­do Cou­to Ri­bei­ro, foi apre­sen­ta­do à po­pu­la­ção mar­co­en­se no pas­sa­do dia 25 de no­vem­bro. A mul­ti­dão que es­cu­tou, em si­lên­cio, os vá­ri­os mo­men­tos que pro­ce­de­ram à apre­sen­ta­ção do li­vro dei­xou o au­di­tó­rio D. Ma­nu­el Fran­cis­co dos San­tos ex­ta­si­a­do.

A obra es­cri­ta em po­e­sia por Fer­nan­do Cou­to Ri­bei­ro fa­la dos sen­ti­men­tos que in­va­dem o “eu” lí­ri­co, ou se­ja, o au­tor, no seu quo­ti­di­a­no.

No dia da apre­sen­ta­ção do li­vro, os sen­ti­men­tos fo­ram dis­tin­tos ao lon­go do dia. “Até eu ir pa­ra o au­di­tó­rio e co­me­çar a che­gar pes­so­as es­ta­va com um sen­ti­men­to de in­di­fe­ren­ça pa­ra com aqui­lo que se ia pas­sar à noi­te”, ex­pli­cou o au­tor. Mas o sen­ti­men­to mu­dou as­sim que Fer­nan­do Cou­to Ri­bei­ro co­me­çou a re­ce­ber os con­vi­da­dos pa­ra apre­sen­ta­ção do li­vro.

“De­pois, foi um sen­ti­men­to de gra­ti­dão, por­que as pes­so­as fo­ram mes­mo mui­to ge­ne­ro­sas co­mi­go e, ao mes­mo tem­po, de fe­li­ci­da­de e alí­vio, por­que es­pe­rei mui­tos anos pa­ra lan­çar o meu li­vro”, con­tou.

No even­to es­ti­ve­ram pre­sen­tes in­di­vi­du­a­li­da­des que fa­la­ram acer­ca da obra “Os Di­as As­sim”. Pri­mei­ra­men­te, Fer­nan­do So­a­res te­ceu co­men­tá­ri­os ao li­vro apre­sen­ta­do, se­guin­do-se a apre­sen­ta­ção do mes­mo por par­te do es­cri­tor Sér­gio Li­zan­dro e Nu­no Hi­gi­no. De­pois, a Trou­pe de Pa­la­vras Vi­vas re­ci­tou al­guns po­e­mas, ten­do a mu­si­ca­li­da­de che­ga­do ao au­di­tó­rio pe­las mãos da Ar­tâ­me­ga.

“As pes­so­as têm da­do um fe­ed­back mui­to po­si­ti­vo quer do li­vro, quer da apre­sen­ta­ção”, re­fe­riu o es­cri­tor, di­zen­do que o sen­ti­men­to de “gra­ti­dão” se tem man­ti­do ao lon­go dos di­as pe­las mui­tas men­sa­gens de fe­li­ci­ta­ção.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.