Fan­far­ra de Pa­ços de Gai­o­lo co­me­mo­rou 30 anos de exis­tên­cia

A Verdade - - MARCO DE CANAVESES -

Mais de 100 pes­so­as jun­ta­ram-se a fim de can­ta­rem os pa­ra­béns à Fan­far­ra de Pa­ços de Gai­o­lo, no pas­sa­do dia 25 de no­vem­bro.

As co­me­mo­ra­ções ini­ci­a­ram com uma mis­sa na Igre­ja de Pa­ços de Gai­o­lo em su­frá­gio pe­los di­re­to­res e ele­men­tos já fa­le­ci­dos. De­pois de um mo­men­to mais so­le­ne, se­guiu-se um al­mo­ço de con­fra­ter­ni­za­ção com to­dos os con­vi­da­dos, ele­men­tos da fan­far­ra e seus as­so­ci­a­dos. “Es­te foi um mo­men­to de reu­nião em fa­mí­lia”, ex­pli­cou o pre­si­den­te da di­re­ção, Má­rio Pe­rei­ra.

“Co­me­mo­rar 30 anos não tem ex­pli­ca­ção, é um or­gu­lho, uma ale­gria mui­to gran­de e um fi­nal de ano de gran­de su­ces­so”, dis­se o pre­si­den­te da as­so­ci­a­ção, sa­li­en­tan­do que o úl­ti­mo ano de vi­da da fan­far­ra se ma­ni­fes­tou “mui­to po­si­ti­vo”.

“O ano de 2018 foi um ano po­si­ti­vo com 24 atu­a­ções no nor­te do país”, ex­pli­cou o pre­si­den­te Má­rio Pe­rei­ra. Po­rém, mos­trou o seu des­con­ten­ta­men­to com a fal­ta de opor­tu­ni­da­des no mu­ni­cí­pio. “Só ti­ve­mos dois es­pe­tá­cu­los no con­ce­lho do Mar­co de Ca­na­ve­ses, on­de gos­ta­ría­mos ter mais pre­sen­ças”, fri­sou.

“Evo­lu­ção” é a pa­la­vra de ba­lan­ço dos 30 anos

Fa­lar em 30 anos da Fan­far­ra de Pa­ços de Gai­o­lo é fa­lar num pro­ces­so de evo­lu­ção. Quem o diz é o pre­si­den­te que acom­pa­nhou par­te des­ta fa­se de pros­pe­ri­da­de da fan­far­ra.

A fan­far­ra foi fun­da­da em 1988 e, des­de en­tão, nun­ca pa­rou de pre­sen­te­ar os seus ou­vin­tes com os seus es­pe­tá­cu­los.

O nú­me­ro de efe­ti­vos que per­ten­cem à ins­ti­tui­ção au­men­tou, ten­do atu­al­men­te 50. Tam­bém o nú­me­ro de ins­tru­men­tos sob a pos­se da fan­far­ra au­men­tou, as­sim co­mo “o pro­fis­si­o­na­lis­mo e o sa­ber es­tar à al­tu­ra” da­qui­lo que os con­tra­tan­tes pa­ra os es­pe­tá­cu­los de­se­jam.

É pe­ran­te es­ta evo­lu­ção que os ele­men­tos da fan­far­ra se mos­tra­ram sa­tis­fei­tos por so­pra­rem às 30 ve­las.

Fa­zer par­te de uma fan­far­ra “é sen­tir or­gu­lho e sa­ber per­ten­cer a um gru­po”. A Fan­far­ra de Pa­ços de Gai­o­lo é uma as­so­ci­a­ção sem fun­dos lu­cra­ti­vos e, aci­ma de tu­do, “é uma es­co­la de cul­tu­ra mu­si­cal e cul­tu­ral, pa­ra to­dos os jo­vens da fre­gue­sia e de to­das as ou­tras quer se­jam de ou­tros con­ce­lhos”, cons­ta­tou o pre­si­den­te.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.