140 fu­zi­lei­ros re­gres­sam a ca­sa

TE­A­TRO DE OPE­RA­ÇÕES r Mis­são na Li­tuâ­nia d ro qua­tro me­ses

Correio da Manhã Weekend - - Portugal - TÂNIA MON­TEI­RO/MAGALI PINTO

Fo­ram qua­tro me­ses a pro­mo­ver a se­gu­ran­ça em Klaip e da, na Li­tuâ­nia. On­tem, os 140 fu­zi­lei­ros ter­mi­na­ram a mis­são e vol­ta­ram a pi­sar so­lo por­tu­guês. E o re­en­con­tro com as fa­mí­li­as, no Ae­ro­por­to de Fi­go Maduro, em Lis­boa, foi ca­lo­ro­so, re­che­a­do de bei­jos e abra­ços dos fa­mi­li­a­res que pas­sa­ram os úl­ti­mos me­ses com sau­da­des. Cen­te­nas de pes­so­as aguar­da­ram an­si­o­sa­men­te a che­ga­da da for­ça de Fu­zi­lei­ros.

“Es­tar lon­ge da fa­mí­lia foi uma mis­são que nos foi atri­buí­da des­de o pri­mei­ro dia em que de­ci­di­mos acei­tar es­te de­sa­fio. Eles es­tão sem­pre do nos­so la­do e ape­sar da dis­tân­cia são um gran­de apoio nu­ma al­tu­ra em que es­ta­mos fo­ra do nos­so país e da nos­sa ca­sa”, con­tou o 2º Co­man­dan­te da For­ça de Fu­zi­lei­ros, Fer­nan­do Ba­tis­ta, que tam­bém con­si­de­rou a mis­são co­mo “um su­ces­so”.

“Con­se­gui­mos que Por­tu­gal se tor­nas­se num ins­tru­men­to re­le­van­te co­mo pro­mo­tor de se­gu­ran­ça e paz. Du­ran­te o pe­río­do de mis­são ti­ve­mos uma in­te­gra­ção mui­to for­te e co­e­sa. No fi­nal do se­gun­do mês já es­tá­va­mos per­fei­ta­men­te in­te­gra­dos jun­to das for­ças ar­ma­das da Li­tuâ­nia, bem co­mo da so­ci­e­da­de ci­vil”, ad­mi- tiu, pou­co de­pois de ater­rar.

No te­a­tro de ope­ra­ções os Fu­zi­lei­ros con­ta­ram com 40 vi­a­tu­ras, bem co­mo com 12 bo­tes de as­sal­to pa­ra as­se­gu­rar o ve­tor de pro­je­ção an­fí­bio, ti­ve­ram ar­ma­men­to in­di­vi­du­al e co­le­ti­vo , mé d i o e pe­sa­do, de for­ma a per­mi­tir a adap­ta­ção ao ti­po de mis­são.

Na ho­ra do dis­cur­so, o Che­fe de Es­ta­do Mai­or Ge­ne­ral das For­ças Ar­ma­das não dei­xou os elo­gi­os de la­do e enal­te­ceu o de­sem­pe­nho dos Fu­zi­lei­ros da Ma­ri­nha Por­tu­gue­sa pe­la “ati­tu­de pro­a­ti­va no apro­vei­ta­men­to de opor­tu­ni­da­des”.

MI­LI­TA­RES TI­NHAM À ES­PE­RA CEN­TE­NAS DE FA­MI­LI­A­RES

Mi­li­ta­res fo­ram re­ce­bi­dos com bei­jos e abra­ços dos fa­mi­li­a­res que os aguar­da­vam no Ae­ro­por­to de Fi­go Maduro

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.