16 mil imó­veis al­vo de pe­nho­ra em dois anos

Correio da Manhã Weekend - - Atualidade -

Des­de que en­trou em vi­gor a lei, em maio de 2016, e até 30 de abril des­te ano, fo­ram pe­nho­ra­dos pe­los Ser­vi­ços da Au­to­ri­da­de Tri­bu­tá­ria e Adu­a­nei­ra 15 712 imó­veis des­ti­na­dos a ha­bi­ta­ção per­ma­nen­te, s e gun­do o s da­dos so­li­ci­ta­dos pe­lo CM ao Mi­nis­té­rio das Fi­nan­ças.

O no­vo me­ca­nis­mo sal­vou da má­qui­na fis­cal no ano em que a lei co­me­çou a ser apli­ca­da, ou se­ja, nos úl­ti­mos seis me­ses de 2016, 11 534 ca­sas de irem a has­ta pú­bli­ca, mos­tram os nú­me­ros das Fi­nan­ças.

A no­va le­gis­la­ção não tra­va a pe­nho­ra dos bens, nem im­pe­de o Fis­co de exer­cer a co­bran­ça co­er­ci­va de va­lo­res em dí­vi­da. Evi­ta, no en­tan­to, que um imó ve l que cor­res­pon­da à prin­ci­pal mo­ra­da da fa­mí­lia se­ja ven­di­do. De acor­do com a no­va lei, o Fis­co po­de ain­da penhorar sa­lá­ri­os, pen­sões, con­tas ban­cá­ri­as ou ou­tros imó­veis que o con­tri­buin­te em dí­vi­da pos­sua.

LE­GIS­LA­ÇÃO NÃO IM­PE­DE CO­BRAN­ÇA CO­ER­CI­VA DA DÍ­VI­DA, MAS EVI­TA VEN­DA

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.