Gre­ve pa­rou com­boi­os

TRÁ­FE­GO r Ape­nas cir­cu­la­ram 38% das com­po­si­ções pre­vis­tas LIS­BOA Ur­ba­nos fun­ci­o­na­ram a meio gás

Correio da Manhã Weekend - - Bolsa - JOÃO MALTEZ* COM LUSA

Agre­ve dos fer­ro­viá­ri­os pa­rou uma gran­de par­te da cir­cu­la­ção de com­boi­os da CP du­ran­te o dia de on­tem, sen­do que até ao fi­nal da tar­de ape­nas 38% das com­po­si­ções que es­ta­vam pre­vis­tas cir­cu­lar fo­ram re­a­li­za­das, se­gun­do da­dos ofi­ci­ais da ope­ra­do­ra.

Em Lis­boa, se­gun­do fonte ofi­ci­al da CP, 51% dos ur­ba­nos pre­vis­tos re­a­li­za­ram-se, ou se­ja, 248 com­po­si­ções em 484 pre­vis­tas. No Por­to, fi­ze­ram-se 58% das vi­a­gens, 113, sen­do que es­ta­vam pre­vis­tas 193.

A gre­ve dos fer­ro­viá­ri­os ini­ci­ou-se às ze­ro ho­ras de on­tem, sem ser­vi­ços mí­ni­mos nem trans­por­tes al­ter­na­ti­vos. Apa­ra­li­sa­ção abran­geu tra­ba­lha­do­res da CP, In­fra­es­tru­tu­ras de Por­tu­gal e Em­pre­sa de Ma­nu­ten­ção de Equi­pa­men­to Fer­ro­viá­rio (EMEF)

Pri­va­do e vi­sa rei­vin­di­car a apli­ca­ção dos acor­dos as­si­na­dos com o Go­ver­no e ad­mi­nis­tra­ções das em­pre­sas.

Se­gun­do José Ma­nu­el Oli­vei­ra, da Fe­de­ra­ção dos Sin­di­ca­tos dos Trans­por­tes e Co­mu­ni­ca­ções, no con­jun­to dos tra­ba­lha­do­res das vá­ri­as em­pre­sas que es­ti­ve­ram em gre­ve hou­ve “uma for­te ade­são, igual aos úl­ti­mos pro­tes­tos”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.