“EM CA­SA DA AVÓ DE­VE SER OU­TRA VI­DA”

Ali­ce Vi­ei­ra tem 74 anos e qua­tro ne­tos. Che­gou a ter uma pis­ci­na na sa­la e a mos­trar-lhes on­de na­mo­rou o avô de­les

Correio da Manha - Domingo (Cofina) - - OS MEUS NETOS -

Avó de qua­tro - a re­fe­ri­da Adri­a­na, Di­o­go, Pe­dro e Isa­bel - Ali­ce Vi­ei­ra re­co­nhe­ce ter si­do uma avó di­fe­ren­te pa­ra ca­da um de­les, em vir­tu­de de al­guns te­rem vi­vi­do lon­ge de­la, in­clu­si­ve fo­ra do País. Ho­je em dia, os dois mais ve­lhos es­tu­dam em Cam­brid­ge (RU) e a mais no­va vi­ve em Tor­res No­vas, e só um de­les es­tá em Lis­boa, a es­tu­dar no Téc­ni­co. “Ado­ro ser avó, só não gos­to que me tra­tem por avo­zi­nha por­que me faz sen­tir com 100 anos em ca­da om­bro”, con­clui quem nun­ca es­que­ceu cer­to car­taz so­bre as três re­gras de ou­ro da boa avó: “Dá-lhes amor, do­ces e man­da-os pa­ra ca­sa.”

Fo­to do úl­ti­mo ve­rão com Pe­dro (18 anos), Isa­bel (14), Di­o­go (19) e Adri­a­na (23)

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.