DIS­CUR­SO DE VI­TÓ­RIA CRIA RE­VOL­TA NA LUZ

CRÍ­TI­CAS r Há quem fa­le em desculpas de trei­na­dor de “equi­pa pe­que­na”

Correio da Manha - - Atualidade - M.P./M.F.

O dis­cur­so ado­ta­do por Rui Vi­tó­ria es­tá a cri­ar re­vol­ta in­ter­na no Ben­fi­ca. O téc­ni­co é mes­mo acu­sa­do de re­du­zir o clu­be a uma “equi­pa pe­que­na”, apu­rou o Correio da Ma­nhã.

Os an­ti­cor­pos que Rui Vi­tó­ria tem cri­a­do no Ben­fi­ca con­ti­nu­am a au­men­tar. Há quem de­fen­da que o dis­cur­so do téc­ni­co não é con­di­zen­te com a gran­de­za do Ben­fi­ca. Quan­do ga­nha co­lhe os lou­ros, mas quan­do perde ar­ran­ja desculpas.

Se­gun­do o CM apu­rou, a pa­ci­ên­cia dos di­ri­gen­tes ben­fi­quis­tas es­tá a esgotar-se pa­ra es­te ti­po de dis­cur­so. Luís Filipe Vieira man­tém a con­fi­an­ça no téc­ni­co mas tem si­do pres­si­o­na­do. Há qua­tro jo­gos que a equi­pa não ga­nha, um ci­clo que co­me­çou e ter­mi­nou com o Ajax (1-0 fo­ra; 1-1 em ca­sa) e der­ro­tas pa­ra a Li­ga com o Be­le­nen­ses (2-0, Ja­mor) e com o Moreirense (3-1 na Luz).

Após a vi­tó­ria no clás­si­co so­bre o FC Por­to, Rui Vi­tó­ria as­si­na­lou o fei­to (ver fra­ses), as­sim co­mo no apu­ra­men­to pa­ra a fa­se de gru­pos da Cham­pi­ons. Tam­bém p uxo u do s ga­lõ e s quan­do dis­se que era o trei­na­dor com mais triun­fos em me­nos jo­gos na Cham­pi­ons. Quan­do per­deu com o Ajax na Ho­land a fa­lo u em azar por o go­lo ter si­do aos 92 mi­nu­tos. Na Luz la­men­tou a fal­ta de sor­te pe­lo fa­lhan­ço de Ga­bri­el e faz a des­trin­ça en­tre re­sul­ta­dos e exi­bi­ção. Fren­te ao Be­le­nen­ses até dis­se que a bo­la não en­trou “por ma­gia”.

ACU­SA­DO DE AR­RO­GÂN­CIA NA VI­TÓ­RIA E DE DESCULPAS NA DER­RO­TA

Rui Vi­tó­riaes­tá a ser acu­sa­do de re­du­zir o clu­be a uma “equi­pa pe­que­na”. O dis­cur­so do téc­ni­co do clu­be da Luz é cri­ti­ca­do in­ter­na­men­te no Ben­fi­ca, cu­jo plan­tel não ga­nha um jo­go há qua­tro par­ti­das

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.