MI­NIS­TÉ­RIO PÚ­BLI­CO EXI­GE CA­DEIA PA­RA VIÚVA ROSA E AMANTE

Diz que mu­lher pla­ne­ou crime e António aju­dou

Correio da Manha - - Primeira Página - TÂNIA LARANJO NOTÍCIA EXCLUSIVA DA EDIÇÃO EM PAPEL

OMi­nis­té­rio Pú­bli­co já res­pon­deu aos re­cur­sos de Rosa Gri­lo e do amante, António Joaquim, que pe­di­am à Re­la­ção de Lisboa pa­ra se­rem li­ber­ta­dos. Am­bos re­cu­sam a au­to­ria do crime que vi­ti­mou o tri­a­tle­ta, Luís Gri­lo, em ju­nho pas­sa­do, o que con­ti­nua a não con­ven­cer a in­ves­ti­ga­ção a car­go da Po­lí­cia Ju­di­ciá­ria. O MP in­sis­te que quem pla­ne­ou o homicídio foi Rosa, mas que o amante a aju­dou des­de o pri­mei­ro mo­men­to. Os in­ves­ti­ga­do­res ad­mi­tem mes­mo que te­nha si­do o fun­ci­o­ná­rio ju­di­ci­al a dis­pa­rar.

Sa­be o CM que o Mi­nis­té­rio Pú­blic o e nte nde que ne s ta fa­se os in­dí­ci­os es­tão for­ta­le­ci­dos. E di­zem mais: que há ago­ra mais pro­vas do que ha­via na da­ta da pri­são, nos úl­ti­mos di­as de agos­to.

Pa­ra a in­ves­ti­ga­ção tam­bém as cons­tan­tes car­tas de Rosa Gri­lo mos­tram que a mu­lher tu­do fa­rá pa­ra ocul­tar o crime. E que a ver­são dos ‘an­go­la­nos as­sas­si­nos’ não tem qual­quer cre­di­bi­li­da­de.

António Joaquim en­ten­de o con­trá­rio. Diz mes­mo que na­da tem que ver com o homicídio e que não sa­bia que Rosa ti­nha rou­ba­do uma ar­ma de sua ca­sa. D e p o i s , v a i mai s l o n ge : a amante nun­ca lhe con­tou que o ma­ri­do ti­nha mor­ri­do, ten­doo con­ven­ci­do de que aque­le de­sa­pa­re­ce­ra qu­an­do ti­nha ido trei­nar de bi­ci­cle­ta.

O Mi­nis­té­rio Pú­bli­co, que tem até ao fi­nal de fe­ve­rei­ro pa­ra acu­sar o ca­sal, ga­ran­te ain­da que os in­dí­ci­os são su­fic ie nt e s p ar a que am­bos s e man­te­nham pre­sos. O mó­bil do crime, diz a in­ves­ti­ga­ção, as­sen­ta­va em di­nhei­ro. Queriam re­ce­ber os se­gu­ros de vi­da que Luís ti­nha fei­to me­ses an­tes. Pre­ten­di­am tam­bém re­fa­zer a vi­da em con­jun­to e não to­ma­ram cui­da­dos ex­tra­or­di­ná­ri­os a es­con­der o crime por­que pen­sa­vam que o cor­po nun­ca se­ria en­con­tra­do. Luís Gr ilo fo i ab an­do na­do nu­ma zo­na de ca­ça.

IN­VES­TI­GA­ÇÃO DIZ QUE AGO­RA TEM MAIS PRO­VAS DO QUE À DA­TA DA PRI­SÃO ANTÓNIO JOAQUIM AFIR­MA QUE DES­CO­NHE­CIA MOR­TE DO MA­RI­DO DA AMANTE

sus­pei­tos de te­rem ma­ta­do Luís Gri­lo. O tri­a­tle­ta foi as­sas­si­na­do com um úni­co ti­ro na ca­be­ça

Rosa Gri­lo e António Joaquim são

A Ju­di­ciá­ria tem a in­ves­ti­ga­ção a seu car­go des­de a pri­mei­ra ho­ra

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.