VA­CI­NA MAIS BA­RA­TA SÓ CHE­GA EM MAR­ÇO

PRE­ÇO r Pneu­mo­vax 23 deverá ser com­par­ti­ci­pa­da a 60 por cen­to e cus­tar aos do­en­tes 10,30 euros PRE­VEN­ÇÃO r Atu­al­men­te, os do­en­tes pa­gam 37 euros pe­la Pre­ve­nar 13 pa­ra evi­tar a pneu­mo­nia

Correio da Manha - - Primeira Página - SÓNIA TRIGUEIRÃO NOTÍCIA EXCLUSIVA DA EDIÇÃO EM PAPEL

AP­neu­mo­vax 23, a no­va va­ci­na con­tra a pneu­mo­nia, mais ba­ra­ta pa­ra o bol­so dos uten­tes e pro­me­ti­da pa­ra abril des­te ano, afi­nal só es­ta­rá dis­po­ní­vel nas far­má­ci­as em mar­ço do pró­xi­mo ano. Deverá cus­tar 25,81 euros e es­tá a ser ne­go­ci­a­da uma com­par­ti­ci­pa­ção do Ser­vi­ço Na­ci­o­nal de Saúde (SNS) de 60 % – o que sig­ni­fi­ca que os uten­tes que não ti­ve­rem di­rei­to a ela gra­tui­ta­men­te pa­gam 10,30 euros.

Fon­te do la­bo­ra­tó­rio Merck Sharp & Doh­me (MSD) ex­pli­ca que a co­mer­ci­a­li­za­ção deverá ser ini­ci­a­da, “de for­ma fa­se­a­da, du­ran­te o pri­mei­ro tri­mes­tre de 2019, da­da a quan­ti­da­de de do­ses” que tem pa­ra dis­po­ni­bi­li­zar.

Se­gun­do a mes­ma fon­te, a Pneu­mo­vax 23 “so­freu uma mai­or procura, uma vez que a Pneu­mo23 (que cus­ta­va 12,61 euros aos uten­tes) dei­xou de ser co­mer­ci­a­li­za­da e a MSD te­ve de se pre­pa­rar pa­ra abas­te­cer a to­ta­li­da­de das necessidades do mer­ca­do”.

Fon­te do In­far­med ex­pli­ca que es­ta va­ci­na “es­tá em pro­ces­so de ava­li­a­ção de pedido de com­par­ti­ci­pa­ção”, mas que “já de­tém au­to­ri­za­ção de in­tro­du­ção no mer­ca­do”. Ou seja, o la­bo­ra­tó­rio já po­de­ria dis­po­ni­bi­li­zar a va­ci­na pa­ra ser vendida nas far­má­ci­as, que atu­al­men­te só têm a Pre­ve­nar 13, que cus­ta 59 euros: com com­par­ti­ci­pa­ção, o doente paga 37 euros.

VA­CI­NA ES­TÁ AU­TO­RI­ZA­DA ASERVENDIDAMAS ESPERA COM­PAR­TI­CI­PA­ÇÃO

1Pre­ven­ção da pneu­mo­nia pas­sa pe­la va­ci­na­ção 2Pneu­mo­vax 23, pro­me­ti­da pa­ra abril des­te ano, che­ga em mar­ço

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.