“Mai­or di­fi­cul­da­de em pro­cu­rar apoio”

Correio da Manha - - Atualidade -

Os juí­zes de­sem­bar­ga­do­res do Tri­bu­nal da Re­la­ção de Lis­boa usa­ram o acór­dão pa­ra dar tam­bém con­ta do fla­ge­lo da vi­o­lên­cia doméstica, um dra­ma que pa­ra es­tes ma­gis­tra­dos se tor­na mui­tas ve­zes “in­vi­sí­vel” nas re­la­ções ho­mos­se­xu­ais.

“Nas re­la­ções en­tre pes­so­as do mes­mo se­xo, em par­ti­cu­lar quan­do a ví­ti­ma não as­su­miu a sua ori­en­ta­ção se­xu­al, o pre­con­cei­to e dis­cri­mi­na­ção ain­da exis­ten­tes con­du­zem a um mai­or so­fri­men­to, já que di­fi­cul­tam a pro­cu­ra de apoio ex­ter­no e co­lo­cam a ví­ti­ma em si­tu­a­ção de mai­or vul­ne­ra­bi­li­da­de”, di­zem os juí­zes. O acór­dão re­ve­la que es­ta foi aliás uma das vá­ri­as ame­a­ças que a agres­so­ra, que es­tá pre­sa na ca­deia de Ti­res, fez à ví­ti­ma. Ga­ran­tiu que iria con­tar à sua fa­mí­lia que aque­la ti­nha man­ti­do uma re­la­ção ho­mos­se­xu­al, o que efe­ti­va­men­te aca­bou por fa­zer.

Os juí­zes de­sem­bar­ga­do­res sa­li­en­tam tam­bém que os atos co­met i d o s fo r a m mui­to gra­ves. “Atin­giu a au­to­de­ter­mi­na­ção se­xu­al da ví­ti­ma, o que cons­ti­tui um di­rei­to humano fun­da­men­tal e acen­tua a gra­vi­da­de da ofen­sa per­pe­tra­da, não de­pen­den­do a gra­vi­da­de des­te ti­po de atos do gé­ne­ro do agres­sor”, con­si­de­ram os ma­gis­tra­dos.

JUÍ­ZES DI­ZEM QUE MU­LHER ATIN­GIU UM DI­REI­TO HUMANO FUN­DA­MEN­TAL

Ar­gui­da, de 40 anos, en­con­tra-se de­ti­da no Es­ta­be­le­ci­men­to Pri­si­o­nal de Ti­res

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.