PSP trava ser­vi­ços gra­ti­fi­ca­dos

Correio da Manha - - Portugal - C.

Os po­lí­ci­as da 1ª Di­vi­são do Co­man­do de Lis­boa da PSP só po­dem fa­zer po­li­ci­a­men­tos gra­ti­fi­ca­dos um mês de­pois de re­gres­sa­rem de bai­xa mé­di­ca. A es­ta de­nún­cia, fei­ta ao CM pe­lo Sin­di­ca­to Uni­fi­ca­do da PSP (SUP), a Di­re­ção da PSP res­pon­de que os agen­tes têm d e aguar d ar p o r um lu­gar nas es­ca­las.

Se­gun­do Peixoto Ro­dri­gues, pre­si­den­te do SUP, es­ta pa­re­ce ser uma si­tu­a­ção “úni­ca no dis­po­si­ti­vo da PSP”. “Re­ce­be­mos vá­ri­as quei­xas de po­lí­ci­as e en­ten­de­mos que é um abu­so de po­der por par­te do co­man­dan­te da Di­vi­são, ten­do es­ta medida uma ação pu­ni­ti­va pa­ra com os agen­tes, pon­do em cau­sa os ren­di­men­tos men­sais dos mes­mos.” “Já de­nun­ciá­mos o ca­so à Di­re­ção Na­ci­o­nal da PSP, pe­din­do in­ter­ven­ção”, con­cluiu Peixoto Ro­dri­gues.

Fon­te ofi­ci­al da PSP ex­pli­cou que a 1ª Di­vi­são do Co­man­do de Lis­boa “tem cer­ca de 200 po­lí­ci­as in­te­gra­dos na bol­sa de re­mu­ne­ra­dos”. “Não exis­te qual­quer ava­li­a­ção psí­qui­ca que im­pe­ça a re­a­li­za­ção des­ses ser­vi­ços”, con­cluiu a fon­te.

Po­lí­ci­as sen­tem-se pre­ju­di­ca­dos

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.