Correio da Manha

“BALCÃO VIRTUAL PERMITE REGISTAR LOGO O BEBÉ”

Ana Gomes: presidente do Conselho de Adm. do Centro Hospitalar Universitá­rio do Algarve

- D.S.G.

CM – Desde março do ano passado e até 30 de junho de 2021 nasceram 4760 bebés no Algarve. Parte dos recém-nascidos não foram registados devido à pandemia. De que forma é que o Centro Hospitalar Universitá­rio do Algarve vai tentar ajudar?

Ana Varges Gomes – Depois de conversarm­os com o Instituto dos Registos e do Notariado (IRN) foi criado um balcão virtual. Temos sempre um profission­al do IRN de um lado e a nossa assistente social com a mãe. O objetivo é fazer o registo no momento do internamen­to, ou seja, o acesso virtual permite registar logo o bebé.

– O registo é decisivo para a vacinação das crianças?

– Exatamente. O que nos preocupa é que estas crianças não cumpram um plano de vacinação. É fundamenta­l porque isso é a garantia de que a criança terá uma probabilid­ade maior de não vir a ter uma doença grave.

– Os pais podem pedir ajuda caso necessitem?

– Apelamos aos pais que não tenham tido a hipótese de fazer o registo que se dirijam ao nosso hospital e contactem a assistente social.

 ??  ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal