EDP ven­de ne­gó­cio das mi­ni-hí­dri­cas em Por­tu­gal

De­pois da bi­o­mas­sa, o gru­po EDP de­ci­diu ven­der o ne­gó­cio de mi­ni-hí­dri­cas em Por­tu­gal, ava­li­a­do em 164 mi­lhões de eu­ros

Edição Público Lisboa - - ECONOMIA - Ener­gia Ana Brito

A EDP anun­ci­ou on­tem que vai ali­e­nar o ne­gó­cio das mi­ni-hí­dri­cas em Por­tu­gal. A tran­sac­ção abran­ge um con­jun­to de 21 cen­trais, com uma po­tên­cia de 103 me­gawatts (MW) que es­tão ava­li­a­das em 164 mi­lhões de eu­ros. Tra­ta-se do de­sin­ves­ti­men­to num ne­gó­cio so­bre o qu­al a EDP tam­bém tem dis­pu­tas com o Es­ta­do em tri­bu­nal de­vi­do à re­du­ção das ta­ri­fas ga­ran­ti­das atri­buí­das às cen­trais (que es­tão in­cluí­das na pro­du­ção em re­gi­me es­pe­ci­al), na sequên­cia de um di­plo­ma do an­te­ri­or Go­ver­no.

A EDP che­gou a acor­do com a ges­to­ra de ac­ti­vos Aqui­la Ca­pi­tal pa­ra a ven­da de 100% da EDP Small Hy­dro, que de­tém se­te cen­trais, bem co­mo da Peb­ble Hy­dro, do­na de 14 cen­trais. O pre­ço acor­da­do com a Aqui­la Ca­pi­tal — se­di­a­da em Ham­bur­go, na Ale­ma­nha — ava­lia es­tes ac­ti­vos em 164 mi­lhões de eu­ros, “su­jei­to a ajus­tes en­tre a pre­sen­te da­ta e a con­clu­são da ope­ra­ção”. Es­tas 21 mi­ni-hí­dri­cas têm, em mé­dia, con­ces­sões vá­li­das de 14 anos e si­tu­am-se no Nor­te e Cen­tro do país. Nos úl­ti­mos 12 me­ses, o lu­cro an­tes de ju­ros, im­pos­tos, de­pre­ci­a­ções e amor­ti­za­ções (EBITDA) da Small Hy­dro e da Peb­ble Hy­dro atin­giu os 21 mi­lhões de eu­ros.

“Com es­ta tran­sac­ção e com a ven­da de 50% da EDP Pro­du­ção Bi­o­e­léc­tri­ca à Al­tri, acor­da­da a 31 de Ju­lho”, por 55 mi­lhões, “a EDP vi­sa uma mai­or op­ti­mi­za­ção do por­te­fó­lio, atra­vés da ali­e­na­ção de ac­ti­vi­da­des não es­tra­té­gi­cas e de es­ca­la reduzida em Por­tu­gal”, op­tan­do por alo­car “es­tes fun­dos a ou­tras áre­as de cres­ci­men­to”, re­fe­riu o co­mu­ni­ca­do.

Na quin­ta-fei­ra, a em­pre­sa apre­sen­tou as con­tas tri­mes­trais e, em de­cla­ra­ções ao PÚ­BLI­CO, o ad­mi­nis­tra­dor fi­nan­cei­ro da EDP, Mi­guel Stilwell de Andrade, des­ta­cou o fac­to de o lu­cro em Por­tu­gal ser de ape­nas 18 mi­lhões (6% do to­tal, 297 mi­lhões) e la­men­tou o im­pac­to dos cus­tos re­gu­la­tó­ri­os na ac­ti­vi­da­de da em­pre­sa. ana.brito@pu­bli­co.pt

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.