Rio: um

Edição Público Lisboa - - ESPAÇO PÚBLICO - Ana Sá Lo­pes Edi­to­ri­al

Por mui­to mau que se­ja Luís Mon­te­ne­gro, o chal­len­ger do mo­men­to só en­con­trou mar­gem pa­ra o de­sa­fio por­que o pri­mei­ro ano de Rio foi uma nu­li­da­de. Com pa­la­vras e ac­tos, Rui Rio dei­xou que se ins­ta­las­se den­tro do PSD a ideia de que tra­ba­lha­va, não pa­ra ga­nhar as elei­ções, mas pa­ra ser um “nú­me­ro dois” de An­tó­nio Cos­ta, qual­quer que fos­se o acor­do pós-elei­to­ral es­co­lhi­do. A opo­si­ção foi pra­ti­ca­men­te ine­xis­ten­te, a con­tra­di­ção en­tre

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.