Cos­ta pa­ra Ale­gre: “Não me re­ceie co­mo ‘ma­ta-tou­rei­ros’”

Edição Público Porto - - PRIMEIRA PÀGINA -

Car­ta aber­ta Pri­mei­ro-mi­nis­tro res­pon­de a his­tó­ri­co so­ci­a­lis­ta e diz que fi­ca cho­ca­do com trans­mis­sões na RTP, mas não lhe pas­sa pe­la ca­be­ça proi­bi-las

OIVA da cul­tu­ra não é sempre igual. 6% —A ta­xa mí­ni­ma do Im­pos­to de Va­lor Acres­cen­ta­do se­rá apli­ca­da, a par­tir de Ju­lho de 2019, aos bi­lhe­tes pa­ra “es­pec­tá­cu­los de can­to, dan­ça, mú­si­ca, te­a­tro e cir­co”, des­de que se­jam “re­a­li­za­dos em re­cin­tos fi­xos de es­pec­tá­cu­lo de na­tu­re­za ar­tís­ti­ca ou em cir­cos am­bu­lan­tes”, lê-se na pro­pos­ta do Or­ça­men­to do Es­ta­do (OE) pa­ra 2019. Ou se­ja, a apli­ca­ção des­ta ta­xa de­pen­de do lo­cal on­de se re­a­li­za o even­to.

13% — As tou­ra­das não são o úni­co ti­po de es­pec­tá­cu­lo nesta ca­te­go­ria. Tam­bém na pro­pos­ta do OE2019 se lê que a ta­xa in­ter­mé­dia é apli­ca­da aos bi­lhe­tes de ci­ne­ma e aos even­tos cul­tu­rais que não te­nham re­cin­to fi­xo, de que são exem­plo al­guns fes­ti­vais de Ve­rão. Du­ran­te o de­ba­te so­bre o or­ça­men­to da Cul­tu­ra, al­guns de­pu­ta­dos das ban­ca­das da di­rei­ta con­si­de­ra­ram a me­di­da “dis­cri­mi­na­tó­ria”.

23% — Fo­ra do gru­po abran­gi­do pe­las ta­xas mí­ni­ma e in­ter­mé­dia ficam os “es­pec­tá­cu­los de ca­rác­ter por­no­grá­fi­co ou obs­ce­no, co­mo tal con­si­de­ra­dos na le­gis­la­ção so­bre a ma­té­ria”. Ri­ta Mar­ques Cos­ta

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.