A PAS­TI­LHA FI­CA ANOS NO ESTÔ­MA­GO

GQ (Portugal) - - Corpo | Mitos -

O fun­da­men­to des­ta cren­ça é que os com­po­nen­tes da pas­ti­lha elás­ti­ca não são de­gra­dá­veis no am­bi­en­te áci­do do estô­ma­go. A pas­ti­lha é com­pos­ta por uma ba­se, fei­ta de re­si­nas, elas­tó­me­ros e gor­du­ras, ado­çan­tes, sa­bo­res e co­ran­tes e es­ta mis­tu­ra é, de fac­to, in­di­ges­ta, não sen­do pos­sí­vel di­ge­ri-la por com­ple­to. No en­tan­to, ela não fi­ca no estô­ma­go, por­que os mo­vi­men­tos do tu­bo di­ges­ti­vo (mo­vi­men­tos pe­ris­tál­ti­cos) mo­vem a ba­se da pas­ti­lha atra­vés do estô­ma­go, in­tes­ti­no del­ga­do e de­pois gros­so, ga­ran­tin­do que

ela é ex­pe­li­da di­as mais tar­de.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.