DOR­MIR BEM NÃO TEM DE SER UM PE­SA­DE­LO

Não há na­da co­mo uma boa noite de so­no pa­ra re­tem­pe­rar ener­gi­as. E qu­em nos de­ra ter sem­pre noi­tes de so­no lon­gas, tran­qui­las e sos­se­ga­das, não é? Mas há um se­gre­do mui­to sim­ples pa­ra con­se­guir dor­mir bem.

Jornal de Notícias - JN + Noticias Magazine - - SUMÁRIO#1470 -

Oso­no é um dos mais po­de­ro­sos ali­a­dos pa­ra um es­ti­lo de vi­da sau­dá­vel, a par com a ali­men­ta­ção, a ati­vi­da­de fí­si­ca e ges­tão de stress. É du­ran­te o so­no que de­cor­re a es­ti­mu­la­ção dos cen­tros ner­vo­sos res­pon­sá­veis pe­lo ra­ci­o­cí­nio, a con­cen­tra­ção e a me­mó­ria, são pro­du­zi­das hor­mo­nas que aju­dam a com­ba­ter in­fe­ções e é es­ti­mu­la­da a hor­mo­na do cres­ci­men­to, que con­tri­bui pa­ra o cres­ci­men­to nas cri­an­ças e nos adul­tos aju­da a for­mar mas­sa mus­cu­lar e a re­pa­rar cé­lu­las e te­ci­dos.

Há um con­jun­to de bons há­bi­tos que de­ve ado­tar, pa­ra me­lho­rar a qua­li­da­de do seu so­no. Co­mo, por exem­plo, dei­tar e acor­dar sem­pre à mes­ma ho­ra, evi­tar fu­mar, be­ber ál­co­ol e be­bi­das com ca­feí­na a par­tir do fi­nal da tar­de, e pra­ti­car exer­cí­cio fí­si­co re­gu­lar­men­te.

Mas além des­tes cui­da­dos, há al­go es­sen­ci­al e que in­flu­en­cia di­re­ta­men­te uma boa hi­gi­e­ne do so­no: o seu col­chão. Sem um bom col­chão, des­can­sar o cor­po e a al­ma tor­na-se im­pos­sí­vel, já que as do­res de cos­tas e o des­con­for­to ge­ral im­pos­si­bi­li­tam um bom re­pou­so.

O de­sa­fio é en­con­trar um col­chão que se adap­te per­fei­ta­men­te ao nos­so cor­po, com a fir­me­za ide­al, sem ser de­ma­si­a­do su­a­ve nem mui­to fir­me. E co­mo sa­ber qual é o me­lhor col­chão, sem o ex­pe­ri­men­tar?

A boa no­tí­cia é que já exis­te no mer­ca­do uma mar­ca de col­chões que cor­res­pon­de a to­das es­tas ne­ces­si­da­des: a Col­chão Em­ma. Os pro­du­tos da Col­chão Em­ma, Em­ma Ori­gi­nal e Di­a­mond De­gree, adap­tam-se per­fei­ta­men­te ao seu cor­po, ofe­re­cen­do-lhe um des­can­so sem com­pa­ra­ção.

Gra­ças à sua com­bi­na­ção de es­pu­mas e ma­te­ri­ais, o Col­chão Em­ma Ori­gi­nal dis­tri­bui de for­ma oti­mi­za­da a pres­são exer­ci­da pe­lo seu cor­po. Is­so per­mi­te que não se afun­de de­ma­si­a­do mas tam­bém não ofe­re­ce re­sis­tên­cia à ba­cia e aos om­bros, de for­ma a man­ter a sua co­lu­na ali­nha­da.

Por ou­tro la­do, o Col­chão Em­ma Ori­gi­nal en­cai­xa-se per­fei­ta­men­te nos con­tor­nos do cor­po, sen­do to­tal­men­te adap­tá­vel. Ofe­re­ce ain­da uma sen­sa­ção úni­ca de fres­cu­ra, já que a ca­pa pro­te­to­ra que en­vol­ve o nú­cleo do col­chão pro­mo­ve a cir­cu­la­ção do ar e a es­pu­ma Air­go­cell, uma tec­no­lo­gia pa­ten­te­a­da pe­la mar­ca Em­ma, isola o seu cor­po do con­tac­to com as es­pu­mas de mai­or den­si­da­de e com os seus po­ros de mai­or di­men­são, dei­xan­do o ar cir­cu­lar.

O Col­chão Em­ma Di­a­mond De­gree des­ta­ca-se por dis­si­par con­ti­nu­a­men­te o ex­ces­so de ca­lor do cor­po. É ide­al pa­ra al­can­çar mais fa­cil­men­te a fa­se de so­no pro­fun­do e ga­ran­tir um des­can­so sem in­ter­rup­ções. A sua com­bi­na­ção de mo­las en­sa­ca­das e es­pu­ma hí­bri­da pro­por­ci­o­nam a to­tal adap­ta­bi­li­da­de ao cor­po. É o pro­du­to pre­mium da Col­chão Em­ma. Mo­ti­vos não fal­tam pa­ra ex­pe­ri­men­tar os col­chões Em­ma – e abra­çar uma no­va e mi­la­gro­sa qua­li­da­de de so­no. Há al­go es­sen­ci­al e que in­flu­en­cia di­re­ta­men­te uma boa hi­gi­e­ne do so­no: o seu col­chão. Sem um bom col­chão, des­can­sar o cor­po e a al­ma tor­na-se im­pos­sí­vel.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.