Fis­co obri­ga­do a alar­gar pra­zos quan­do se atra­sar nos for­mu­lá­ri­os

Os for­mu­lá­ri­os para a en­tre­ga do IRC e In­for­ma­ção Sim­pli­fi­ca­da te­rão de ser dis­po­ni­bi­li­za­dos pe­lo Fis­co com uma an­te­ce­dên­cia de 120 di­as. Se tal não acon­te­cer, en­tão os pra­zos avan­çam no tempo na mes­ma pro­por­ção.

Jornal de Negócios - - ECONOMIA - FILOMENA LAN­ÇA fi­lo­me­na­lan­[email protected]­go­ci­os.pt

Os for­mu­lá­ri­os para as em­pre­sas cum­pri­rem as su­as obri­ga­ções fis­cais de en­tre­ga da de­cla­ra­ção anu­al de ren­di­men­tos (a cha­ma­da mo­de­lo 22) e de pre­en­chi­men­to da In­for­ma­ção Em­pre­sa­ri­al sim­pli­fi­ca­da (IES) vão pas­sar a ter de ser dis­po­ni­bi­li­za­dos anu­al­men­te com um pra­zo mí­ni­mo de 120 di­as de an­te­ce­dên­cia. A me­di­da de­ve­rá apli­car-se a par­tir de 2020, sen­do es­ta­be­le­ci­do um pra­zo mais cur­to, de ape­nas 90 di­as, para o ano de 2019, com o ob­jec­ti­vo de per­mi­tir aos ser­vi­ços do Fis­co a adap­ta­ção às no­vas re­gras. Ca­so o pra­zo não se­ja cum­pri­do, en­tão o pra­zo le­gal de en­tre- ga de­ve­rá ser pror­ro­ga­do em igual nú­me­ro de di­as. A me­di­da foi con­sen­su­a­li­za­da on­tem en­tre os de­pu­ta­dos do gru­po de tra­ba­lho cri­a­do no Par­la­men­to para dis­cu­tir es­ta ma­té­ria, na sequên­cia de mui­tas re­cla­ma­ções apre­sen­ta­das, no­me­a­da­men­te, pela Or­dem dos Con­ta­bi­lis­tas Cer­ti­fi­ca­dos (OCC). Es­tes pro­fis­si­o­nais to­dos os anos se de­ba­tem com pro­ble­mas na en­tre­ga das de­cla­ra­ções dos cli­en­tes por­que os for­mu­lá­ri­os on-li­ne, que fre­quen­te­men­te so­frem al­te­ra­ções, são dis­po­ni­bi­li­za­dos mui­to em ci­ma da ho­ra. A 22 de Fe­ve­rei­ro, o Par­la­men­to apro­vou, com a abs­ten­ção do PS e PCP, uma pro­pos­ta de lei do CDS para que a AT dis­po­ni­bi­li­ze on­li­ne os for­mu­lá­ri­os di­gi­tais so­bre obri­ga­ções fis­cais com 120 di­as de an­te­ce­dên­cia. Na al­tu­ra, ao apre­sen­tar o do­cu­men­to, a de­pu­ta­da cen­tris­ta Ce­cí­lia Mei­re­les su­bli­nhou que o ob­jec­ti­vo era re- sol­ver um “pro­ble­ma an­ti­go, cró­ni­co e que atra­ves­sa vá­ri­os go­ver­nos”, que se tra­duz no fac­to de “a AT não ter on­li­ne os for­mu­lá­ri­os a cu­jo pre­en­chi­men­to obri­ga”, cau­san­do pro­ble­mas na en­tre­ga de de­cla­ra­ções co­mo a re­fe­ren­te ao Im­pos­to So­bre o Ren­di­men­to das Pes­so­as Co­lec­ti­vas (IRC). Foi en­tão cons­ti­tuí­do um gru­po de tra­ba­lho, fo­ram apre­sen­ta­das pro­pos­tas de al­te­ra­ção e daí re­sul­ta­ria um tex­to co­mum, acei­te pe­los vá­ri­os par­ti­dos. Os 120 di­as pro­pos­tos ini­ci­al­men­te pe­lo CDS PP man­ti­ve­ram-se, mas o PS in­sis­tiu em que 2019 fos­se um ano de adap­ta­ção e, por­tan­to, ape­nas fos­sem ain­da im­pos­tos 90 di­as. Fi­cou tam­bém de­fi­ni­do que a obri­ga­to­ri­e­da­de va­le ape­nas para as de­cla­ra­ções de ba­se de in­ci­dên­cia anu­al das em­pre­sas, ou se­ja, para o IRC e para a IES. Ao lon­go dos tra­ba­lhos fo­ram ou­vi­das di­ver­sas en­ti­da­des, in- cluin­do a di­rec­to­ra-ge­ral da AT, He­le­na Bor­ges, que fri­sou a di­fi­cul­da­de dos ser­vi­ços em cum­prir um pra­zo de 120 di­as, co­mo pro­pu­nha o CDS-PP e ago­ra se vai con­cre­ti­zar. Os de­pu­ta­dos, nes­te ca­so pu­se­ram-se do la­do dos con­tri­buin­tes. “O PS re­co­nhe­ce que há um pro­ble­ma que tem de ser re­sol­vi­do, que não é de ago­ra, e que im­pli­ca uma re­la­ção de­si­gual en­tre o con­tri­buin­te e a AT, sen­do aqui os con­ta­bi­lis­tas uma pe­ça fun­da­men­tal”, ex­pli­cou ao Ne­gó­ci­os Ricardo Leão, de­pu­ta­do do PS. O tex­to co­mum vai ago­ra ser vo­ta­do em co­mis­são e pos­te­ri­or­men­te no ple­ná­rio, mas o res­pec­ti­vo con­teú­do reu­niu a con­cor­dân­cia ge­ral, su­bli­nhou Ricardo Leão. Es­te no­vo pra­zo te­rá de­pois de ser com­pa­ti­bi­li­za­do com as al­te­ra­ções mais ge­rais ao ca­len­dá­rio fis­cal que es­tão a ser pre­pa­ra­das no Go­ver­no, jun­ta­men­te com a AT.

A me­di­da foi apro­va­da on­tem con­sen­su­a­li­za­da en­tre os par­ti­dos no gru­po de tra­ba­lho cri­a­do na As­sem­bleia da Re­pú­bli­ca.

É mui­to di­fí­cil es­pe­rar que as fa­mí­li­as te­nham mais fi­lhos quan­do elas vi­vem num ce­ná­rio de gran­de ins­ta­bi­li­da­de no em­pre­go. VI­EI­RA DA SILVA Mi­nis­tro do Tra­ba­lho so­bre a pro­pos­ta do pre­si­den­te do PSD

Pedro Eli­as

He­le­na Bor­ges, di­rec­to­ra-ge­ral da AT, dis­se no Par­la­men­to que te­ria mui­ta di­fi­cul­da­de em cum­prir o pra­zo de 120 di­as.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.