Uma União pou­co uni­da

Jornal de Negócios - - ANÁLISE - DA­VID SAN­TI­A­GO dsan­ti­a­go@ne­go­ci­os.pt

Ul­tra­pas­sa­da a pi­or fa­se das cri­ses das dí­vi­das so­be­ra­nas e dos re­fu­gi­a­dos, o pri­mei­ro se­mes­tre de 2017 pa­re­cia abrir es­pa­ço a um no­vo ca­pí­tu­lo na história da in­te­gra­ção eu­ro­peia com a vi­tó­ria de Em­ma­nu­el Ma­cron nas pre­si­den­ci­ais gau­le­sas e o crescimento con­ti­do da ex­tre­ma-di­rei­ta nas le­gis­la­ti­vas ho­lan­de­sas. Foi op­ti­mis­mo de pou­ca du­ra. As elei­ções fe­de­rais ale­mãs mos­tra­ram que, afi­nal, a as­cen­são de for­ças po­pu­lis­tas, ten­den­ci­al­men­te de ex­tre­ma-di­rei­ta, não foi um fenómeno pas­sa­gei­ro na Eu­ro­pa. Che­gou 2018 e com ele a for­ma­ção de um go­ver­no eu­ro­cép­ti­co em Itália e o re­gres­so da pro­ble­má­ti­ca em tor­no da política mi­gra­tó­ria. Des­ta fei­ta, não por ha­ver um flu­xo des­con­tro­la­do mi­gra­tó­rio, mas por razões emi­nen­te­men­te elei­to­ra­lis­tas. Com a chan­ce­ler An­ge­la Mer­kel fra­gi­li­za­da e o Pre­si­den­te fran­cês in­ca­paz de, so­zi­nho, pro­mo­ver as re­for­mas ne­ces­sá­ri­as, ga­nham ter­re­no fér­til as ac­ções di­vi­si­o­nis­tas do Pre­si­den­te rus­so, Vla­di­mir Pu­tin, e o uni­la­te­ra­lis­mo na­ci­o­na­lis­ta do Pre­si­den­te nor­te-ame­ri­ca­no, Do­nald Trump. A es­tas for­ças cen­trí­pe­tas exer­ci­das pe­los Es­ta­dos Uni­dos e pe­la Rús­sia jun­tam-se fo­cos de di­vi­são cen­trí­fu­gos um pou­co por to­da a Eu­ro­pa.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.