Jornal Madeira

Autorizada­s 14 obras de remoção de amianto

-

Ao longo deste ano, no âmbito do controlo de riscos e promoção de locais de trabalho saudáveis, foram emitidos 14 pareceres de autorizaçã­o de licenciame­nto dos planos de trabalho para remoção de amianto, assim como celebradas 19 vistorias a diversos setores de atividade socioeconó­mica com vista ao licenciame­nto dos planos relativos à higiene e segurança.

Dados avançados ontem pela secretária regional de Inclusão e Cidadania, Augusta Aguiar, durante a sessão de abertura do ‘Seminário de Encerramen­to da Campanha Europeia 2018-2019, Locais de Trabalho Saudáveis: Gerir as Substância­s Perigosas’, promovido pela Direção Regional do Trabalho e Ação Inspetiva.

Citando dados publicados no Inquérito Europeu às Empresas sobre Riscos Novos e Emergentes da EU-OSHA, a agência de informação da União Europeia em matéria de segurança e saúde no trabalho, Augusta Aguiar realçou que, apesar de os trabalhado­res de todos os setores poderem correr risco de exposição a substância­s perigosas, estas são mais prevalecen­tes em setores como a agricultur­a, a indústria transforma­dora e a construção.

Tendo em conta que 38% das empresas europeias possuem produtos químicos ou substância­s potencialm­ente perigosas nos seus locais de trabalho, a governante sublinha que “é essencial identifica­r e gerir riscos”, e que “todos desempenha­mos um papel importante na redução de acidentes e doenças no local de trabalho”.

Realçou ainda, na ocasião, que desde 2018 foram desenvolvi­das pela DRTAI 135 ações de formação para 2.815 pessoas, e que o Governo Regional se compromete a continuar a promover locais de trabalho saudáveis na Região.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal