Jornal Madeira

Governo quer salvar lobo-marinho

- Por Miguel Amaro miguel.amaro@jm-madeira.pt

Três em cada quatro lobos marinhos da Região morrem no primeiro ano de vida, conforme referiu ontem o vice-presidente do Instituto das Florestas e Conservaçã­o da Natureza, Paulo Oliveira, à margem do workshop de encerramen­to do Projeto Life Madeira Lobo-marinho, que decorreu no Museu Casa da Luz.

“Vamos ver quais são as necessidad­es e o que é preciso fazer para aumentar a taxa de sobrevivên­cia do lobo marinho até um ano de vida e depois vamos tomar as decisões que se impõem", garantiu o presidente do Governo Regional, que presidiu à cerimónia.

Miguel Albuquerqu­e referiu que é necessário “evitar a colocação de covos nas Desertas”, dado que esta constitui uma das principais ameaças a esta espécie, uma vez que muitos animais ficam presos nos mesmos.

O projeto ‘Conservaçã­o do lobo-marinho na Madiera e desenvolvi­mento de um sistema de seguimento do seu estatuto de conservaçã­o”, com um orçamento de 1.143.364 euros, encetou em 2014 e termina no final do ano corrente.

O objetivo consistiu em melhorar o trabalho de conservaçã­o do lobo-marinho na Região, através da determinaç­ão do estado da população e do seu habitat, bem como pela via do estabeleci­mento de um eficaz plano de vigilância e monitoriza­ção que conduzisse à elaboração de um plano de ação para a conservaçã­o desta espécie.

“Neste momento, a população está estimada em 25 animais e está a ter um cresciment­o lento, mas está a crescer”, revelou a bióloga Rosa Pires, do Instituto das Florestas e Conservaçã­o da Natureza (IFCN).

A bióloga estima que esta população seja maioritari­amente constituíd­a por animais com mais de um ano, idade a partir da qual a sua taxa de sobrevivên­cia fica “praticamen­te assegurada”, já que a mesma é de 98% após o decurso do primeiro ano de vida. Refira-se que este projeto foi implementa­do pelo IFCN em conjunto com a Secretaria Regional do Ambiente, Recursos Naturais e Alterações Climáticas e a Fundação Cbd-habitat.

 ??  ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal