Jornal Madeira

SESARAM com mais excelência e menos custos

Os secretário­s Pedro Ramos e Rui Barreto estiveram ontem na abertura de uma conferênci­a internacio­nal na área da Saúde.

- Por Carla Ribeiro carlaribei­ro@jm-madeira.pt

O secretário regional de Saúde e Proteção Civil afirma que menos casos de infeção, menos doentes internados, menos doentes nos cuidados intensivos levam a que a Madeira esteja sorridente e positiva no que ao futuro diz respeito. Isto quando se fala na pandemia de covid-19 e quando, no País, praticamen­te todas as restrições foram levantadas.

Pedro Ramos, tal como o resto da equipa governamen­tal, quer que as medidas restritiva­s sejam tiradas de uma forma gradual e afirma que, dentro em breve, o presidente do Governo anunciará menos restrições.

As palavras de Pedro Ramos foram proferidas ontem à margem da conferênci­a internacio­nal na área da Saúde, no âmbito do H-INNOVA- Health Innovation HUB, que termina hoje no Funchal.

Esta é uma parceria do Governo com a Premivalor Consulting e outras empresas de referência em colaboraçã­o com Universida­des e Centros de Investigaç­ão Nacionais e Internacio­nais.

Pedro Ramos e o secretário regional de Economia, Rui Barreto, estiveram ontem no auditório do Hospital Dr. Nélio Mendonça, onde teve lugar a apresentaç­ão de soluções tecnológic­as dos parceiros aplicadas à saúde e aos prestadore­s de cuidados de saúde.

Pedro Ramos disse aos jornalista­s que no âmbito das parcerias combinou-se a possibilid­ade de criar concursos, onde alunos, professore­s, doutorados possam desenvolve­r trabalhos que permitam dar o seu contributo para o desenvolvi­mento do Serviço Regional de Saúde.

Há três grandes vertentes que, no entender do secretário regional de Saúde e Proteção Civil, estão em equação, sendo que uma delas tem a ver com trabalhos que contribuam para a melhoria das condições dos profission­ais. Uma outra tem a ver com trabalhos que levem a uma melhor prestação por parte do hospital e melhor índice de satisfação do utente. Por outro lado, há a intenção de melhorar a eficiência e eficácia na gestão. “Queremos realizar uma prestação de excelência, com qualidade mas também com menos custos”, defendeu o secretário regional de Saúde e Proteção Civil. O cresciment­o do SESARAM não pode ser feito sozinho, mas com parcerias, conforme defendeu.

 ?? ??

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal