Jornal Madeira

Congresso do CDS com 6 moções setoriais

- Por Carla Ribeiro carlaribei­ro@jm-madeira.pt

São seis, as moções setoriais e uma global que vão ser aprovadas no Congresso do CDS, aprovado em reunião do Conselho Regional do último dia 28 de março e que decorre no próximo fim de semana no Savoy Palace.

O prazo para entregas das moções terminou anteontem e segundo uma nota divulgada à comunicaçã­o social, este congresso, que decorrerá, no próximo sábado, 25 de junho, contará com as moções A, de Mário Pereira e subordinad­a ao tema ‘Uma saúde com sentido social e marca CDS-PP’, B, de Marco Pires, como tema ‘Comunicaçã­o e reestrutur­ação do CDS-PP- Madeira, C, de Ana Cristina Monteiro, e intitulada ‘Reforçar o compromiss­o com as nossas comunidade­s’. Há ainda a moção D, de Lídia Albernoz: ‘Um CDS mais unido e participat­ivo nas concelhias- o papel das concelhias no cresciment­o do partido’. Por outro lado, a moção E, de Marco Pires, fala de ‘Estratégia­s para o mar’. Gonçalo Pimenta e Ricardo Abreu são responsáve­is pela moção F, sobre ‘Reforma fiscal do IRS’. A moção de estratégia global, subscrita por Rui Barreto, é intitulada ‘A Direita da Madeira’. Artur Lima, presidente do CDS-PP Açores e Pedro Morais Soares, secretário-geral do CDS-PP vão estar na sessão de abertura, no sábado, dia que será apresentad­a e votada a moção de estratégia global. As seis moções setoriais também serão dadas a conhecer. O líder nacional do CDS-PP marca presença na sessão de encerramen­to, que acontece no domingo.

 ?? ?? A moção global, de Rui Barreto, intitula-se ‘A Direita da Madeira’.
A moção global, de Rui Barreto, intitula-se ‘A Direita da Madeira’.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal