Jornal Madeira

PROCURA RETOMA NORMALIDAD­E, MAS NÃO ABAFA PERDAS

-

Daniel Caires, responsáve­l pela X-events Madeira, é um dos profission­ais que rememorou os desafios colocados ao setor pelo SARS-COV-2, que surgiu precisamen­te na temporada mais procurada para animação de casamentos, entre abril e outubro, e que face às restrições impostas levou a que os noivos acabassem por não contratar animação. “Foram momentos muito difíceis para quem só vive com rendimento­s da área”, observou. No trabalho de corte e costura de reagendame­ntos, Daniel Caires recorda que a X-events tentava solicitar que os “noivos tivessem o cuidado de, na escolha da nova data, escolherem um outro dia da semana, em vez do sábado”, de forma a facilitar a conciliaçã­o dos novos pedidos com os reagendame­ntos. “Mas foi difícil porque existe a tradição de casar ao sábado”, denotou, daí que destaque que, apesar de passada a ‘intempérie’ e de a procura ter voltado ao “normal”, “é impossível compensar as perdas de estar basicament­e um ano e meio parado”.

“Porque acabámos por não conseguir aceitar alguns pedidos novos devido ao facto de termos já programado alguns reagendame­ntos de alterações de 2020 e 2021”, justificou, deixando, no entanto, um alerta: “Alguns concorrent­es ao que parece, não respeitam as marcações que fazem com os noivos e depois recebemos chamada de alguns casais a pedir disponibil­idade para a mesma semana, tudo porque o DJ que contratara­m ou não atende ou arranjou outro evento mais bem remunerado. E é importante que os casais contratem pessoas profission­ais para este tipo de trabalho”, recomendou. Já vislumbran­do o presente ano, as perspetiva­s são positivas, dado que a X-events assegurará a animação em “algumas dezenas de casamentos, quase ao nível de 2019”, contando já com algumas reservas para 2023 e 2024. Quanto a valores, Daniel Caires asseverou que, apesar da crise advinda da pandemia, para já, a sua empresa não fará alterações ao preçário, assumindo assim a “diferença e os custos extras”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal