Ci­da­dão do mun­do

MAR­RO­COS, TAI­LÂN­DIA, TANZÂNIA, FI­LI­PI­NAS E IN­DO­NÉ­SIA. CIN­CO DES­TI­NOS, CIN­CO DOS LO­CAIS QUE JOÃO CA­JU­DA JÁ CO­NHE­CEU E QUE DÁ A CO­NHE­CER. FOI NO PRI­MEI­RO QUE A MEN’S HEALTH PAS­SOU O DIA COM O BLOG­GER DE VI­A­GENS POR­TU­GUÊS. / POR DA­NI­E­LA COS­TA TEI­XEI­RA

Men's Health (Portugal) - - Estilo -

Odia co­me­çou ce­do. Ain­da não eram 8h30 quan­do me en­con­trei com o João e com os mem­bros da sua tour, todos por­tu­gue­ses e se­den­tos de aven­tu­ra – mes­mo es­tan­do já há mais de cin­co di­as a des­bra­var os en­can­tos de Mar­ro­cos. O pri­mei­ro des­ti­no do dia foi um dos lo­cais mais em­ble­má­ti­cos de Mar­ra­que­xe e que João já co­nhe­ce bem, o Pa­lá­cio da Bahia.

“Não gos­to de re­pe­tir paí­ses em fé­ri­as. Vim du­as ve­zes de fé­ri­as a Mar­ro­cos, mas des­de que co­me­cei a fa­zer tours dei­xei de pas­sar fé­ri­as cá, em­bo­ra até gos­tas­se de vir pa­ra co­nhe­cer ou­tra par­te de Mar­ro­cos”, con­fes­sa à Men’s Health o blog­ger e men­tor da agência de vi­a­gens Le­va-me.

A his­tó­ria de João com Mar­ro­cos é já an­ti­ga e pro­ta­go­nis­ta de um dos prin­ci­pais ca­pí­tu­los do seu li­vro de vi­da, ao qual podemos ago­ra cha­mar de diá­rio de bor­do in­ter­mi­ná­vel. “Te­nho du­as vi­a­gens que mu­da­ram a mi­nha vi­da e uma foi aqui em Mar­ro­cos. Não na pri­mei­ra vez que cá vim, nes­sa vi­a­gem não gos­tei de Mar­ro­cos, foi tu­do mui­to es­tra­nho e hou­ve uma con­ju­ga­ção de fa­to­res que fez com que não fos­se amor à pri­mei­ra vista. Es­ta­va um ca­lor in­su­por­tá­vel, uns 50 graus que não me dei­xa­vam sair do Ri­ad, alu­guei um car­ro e fui pa­ra o de­ser­to mas cor­reu tu­do mal, re­a­gi mal ao cli­ma e à co­mi­da. Mas a se­gun­da vez que cá vim trou­xe ami­gos e fi­ze­mos a vi­a­gem de car­ro des­de Por­tu­gal até cá. Foi uma vi­a­gem mui­to di­fe­ren­te, ti­nha mais liberdade, hou­ve mais aven­tu­ra”.

E foi es­ta vi­a­gem a Mar­ro­cos a que mu­dou por com­ple­to a vi­da de João Ca­ju­da. De­pois de uma ex­pe­ri­ên­cia no mun­do da te­le­vi­são e com uma li­cen­ci­a­tu­ra na área da co­mu­ni­ca­ção, de­ci­diu jun­tar três pai­xões nu­ma só: a es­cri­ta, o ví­deo e as vi­a­gens.

Um ví­deo a re­la­tar a sua se­gun­da vi­a­gem a Mar­ro­cos deu ori­gem ao blo­gue jo­a­o­ca­ju­da.com e à agência Le­va-me, que ge­re la­do a la­do com Ma­ri­a­na Vaz e que tam­bém faz tours pe­la Tai­lân­dia, Tanzânia, Fi­li­pi­nas e In­do­né­sia.

Es­ta “vol­ta de 180 graus” que a vi­da de João deu, co­mo o pró­prio diz, fez com que fos­se elei­to um dos três chal­len­gers da Doc­kers, a par do chef Mi­guel Rocha Vieira e do em­pre­sá­rio Mi­guel San­to Ama­ro. A mar­ca nor­te-ame­ri­ca­na pro­cu­rou per­so­na­li­da­des que mu­da­ram de vi­da e que pen­sam fo­ra da cai­xa, tal co­mo a pró­pria fez com a rein­ven­ção, em 1992, do ter­mo Casual Fri­day. Após mu­dar a in­du­men­tá­ria de vá­ri­os tra­ba­lha­do­res, a Doc­kers apos­tou nas Smart Se­ri­es, que con­tem­pla as cal­ças Su­pre­me Flex e as Smart 360 Flex, se des­ta­cam ver­sa­ti­li­da­de, fle­xi­bi­li­da­de e conforto.

Ci­da­dão do mun­do

João Ca­ju­da con­ta já com mais de 40 paí­ses vi­si­ta­dos, uma his­tó­ria de amor com Mar­ro­cos e me­mó­ri­as eter­nas com a Ín­dia, país de uma das vi­a­gens que diz ter mu­da­do a sua vi­da.

“Pen­sa­va que es­ta­va pre­pa­ra­do pa­ra a Ín­dia, mas não, vivi lá ex­pe­ri­ên­ci­as e nun­ca mais pen­sei da mes­ma for­ma”, con­ta-nos.

A vi­da do blog­ger re­su­me-se aos ver­bos ir e vol­tar, mas não fi­car. “Nas­ci no Al­gar­ve, vivi lá cin­co ou seis anos. De­pois, o meu pai co­me­çou a mu­dar de clu­be e eu, ba­si­ca­men­te, mu­da­va de ci­da­de, de ca­sa, de es­co­la e de ami­gos todos os anos. Acho que is­so fi­cou um pou­co em mim, o ‘ir’ tor­nou-se num há­bi­to, o ver no­vos sí­ti­os. Há pes­so­as que nas­cem e mor­rem na mes­ma ci­da­de e não que­rem ver além dis­so. Eu não sou as­sim, acho que não te­nho raí­zes, ou me­lhor, te­nho raí­zes um pou­co por to­do o la­do e não gos­to de es­tar sem­pre no mes­mo sí­tio. Gos­to de ver ci­da­des no­vas, co­nhe­cer pes­so­as no­vas, ex­pe­ri­men­tar co­mi­das no­vas, fa­zer ami­gos no­vos. Acho que o meu bi­chi­nho pe­la vi­a­gem vem daí”.

E o ver­bo ir es­tá sem­pre no pen­sa­men­to de João. Com uma vi­a­gem de es­treia à Cos­ta Ri­ca di­as de­pois da nos­sa con­ver­sa, outros des­ti­nos es­tão já em men­te: Myan­mar, Ne­pal, in­te­ri­or dos Es­ta­dos Uni­dos, Mon­gó­lia, Po­li­né­sia Fran­ce­sa.

Mar­ro­cos,set. 2018 João Ca­ju­da é um dos Chal­len­gers da Doc­kers Todosos vi­a­gem mo­men­to fi­camregsão aven­tu­ras As on­li­ne par­ti­lha­das Mar­ro­cos é um dos des­ti­nos mais es­pe­ci­ais

Mas o es­tã

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.