A NOS­SA FI­SI­O­TE­RA­PEU­TA

Ra­quel Ber­nar­do, fi­si­o­te­ra­peu­ta do Spor­ting Clu­be de Por­tu­gal

Men's Health (Portugal) - - Troca Por Troca -

Qual é a me­lhor pos­tu­ra pa­ra quem pas­sa o dia sen­ta­do à fren­te do com­pu­ta­dor?

Tiago Sou­sa, Sintra

Es­tar o dia to­do sen­ta­do à se­cre­tá­ria en­vol­ve uma sé­rie de pos­tu­ras er­ra­das, que mui­tas ve­zes ado­ta­mos sem nos aper­ce­ber­mos. Des­de a for­ma co­mo co­lo­ca­mos as mãos até ao sim­ples cru­zar dos pés, uma pos­tu­ra me­nos cor­re­ta po­de mes­mo cri­ar le­sões. Pa­ra evi­tar sen­tir do­res no cor­po, quan­do es­ti­ver sen­ta­do man­te­nha as cos­tas e a ca­be­ça di­rei­tas, ten­tan­do sem­pre apoi­ar a to­ta­li­da­de das cos­tas no en­cos­to da ca­dei­ra. Se ti­ver a co­lu­na to­tal­men­te apoi­a­da, vai evi­tar o au­men­to da ten­são dos mús­cu­los. As­se­gu­re que se sen­ta de fren­te pa­ra o com­pu­ta­dor e que o mo­ni­tor es­tá a pe­lo me­nos 50 cm de dis­tân­cia do seu ros­to. Pa­ra evi­tar as co­muns ten­di­ni­tes, o mais efi­caz se­rá ali­nhar os pu­nhos com as mãos.

Posso fa­zer al­gu­ma coi­sa pa­ra evi­tar as do­res no cor­po ao fim do dia?

Vas­co Pereira, Car­na­xi­de

Ao fim do dia é re­co­men­da­da a re­a­li­za­ção de al­guns alon­ga­men­tos que po­dem aju­dar a re­du­zir a in­ci­dên­cia de do­en­ças ocu­pa­ci­o­nais e le­sões por mo­vi­men­tos re­pe­ti­ti­vos, co­mo es­tar sen­ta­do o dia to­do em fren­te ao com­pu­ta­dor. Se tem um tra­ba­lho que exi­ge es­ta pos­tu­ra cons­tan­te, ten­te fa­zer pau­sas, no má­xi­mo, a ca­da du­as ho­ras. Du­ran­te es­sas pau­sas, o ide­al se­ria le­van­tar-se e an­dar um pou­co, se for pos­sí­vel. Es­sas pa­ra­gens no tra­ba­lho não pre­ci­sam de du­rar mais de 10 mi­nu­tos, ser­vin­do ape­nas pa­ra re­la­xar os mús­cu­los e tam­bém pa­ra abs­trair um pou­co a men­te do stress diá­rio.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.