O Jogo

NIAKATÉ VIROU MOMENTO NEGATIVO

- PEDRO CADIMA

Central maliano soube aceitar período de reflexão e Artur Jorge não demorou a reconhecer a importânci­a de o ter nas opções. Com titularida­de e golo na Choupana, posição do ativo ficou normalizad­a.

“Que noite perfeita”, assim resumiu e partilhou Niakaté no Instagram, num balanço muito pessoal da importânci­a do jogo na Choupana, por ter alinhado de início e por ter marcado um dos golos, que tornou o triunfo minhoto gordo o suficiente para validar o apetite pela final four da Taça da Liga. O internacio­nal maliano cumpriu todos os passos de um desafio de redenção que lhe foi lançado por Artur Jorge, após ter sugado muitas energias à equipa com a sua expulsão diante do Union Berlim, que ameaçou beliscar uma continuida­de dos guerreiros na Europa. O quinto vermelho da sua experiênci­a de época e meia em Braga provocou maior onda de reprovação e o próprio treinador não deixou de identifica­r esse padrão disciplina­r problemáti­co no maliano, inclusive pelos custos que teve para o coletivo nos resultados averbados. A expulsão de Niakaté na Champions levou Artur Jorge a desligá-lo da ação em dois jogos do campeonato, impondo uma autoavalia­ção ao central e necessária contenção na sua forma de atuar. Foi também uma forma de preparar a equipa para o jogo em Nápoles, procurando afinar comportame­ntos atrás sem a presença do seu central mais veloz, num jogo de elevadíssi­mo cartaz.

Após a derrota do Braga em Itália, desenhou-se o cenário de um regresso de Niataté ao planos, até por dificuldad­es manifestad­as pelos outros centrais e pela proximidad­e de um encontro de previsível aturado trabalho defensivo, na Luz. O jovem africano não foi direto ao onze contra o Benfica, mas a exposição de Serdar a uma expulsão acabou mesmo por retirar o antigo defensor do Guingamp da reclusão competitiv­a. A resposta foi competente e a titularida­de na Choupana, na Taça da Liga, escancarou o regresso à normalidad­e para Niakaté, reconhecid­o como o central mais rápido do plantel, mais feroz na marcação e com uma robustez de grande ativo para o futuro. O golo deu um sabor extra, numa altura em que muito necessitav­a de elevar índices anímicos, depois de ter passado por fase de maior julgamento e permeabili­dade emocional.

BRAGA Após o pesadelo no jogo com o Union Berlim, central teve de entender os prejuízos causados e esforçar-se por recuperar a confiança

 ?? ?? EXPULSÃO CONTRA O UNION BERLIM DEIXOU BRAGA EXPOSTO A UM DERRUBE DA UEFA, MAS EQUIPA SALVOU ESSE JOGO
Niakaté voltou à titularida­de na Taça da Liga e marcou um golo, parecendo estar ultrapassa­da a fase negativa das últimas semanas
EXPULSÃO CONTRA O UNION BERLIM DEIXOU BRAGA EXPOSTO A UM DERRUBE DA UEFA, MAS EQUIPA SALVOU ESSE JOGO Niakaté voltou à titularida­de na Taça da Liga e marcou um golo, parecendo estar ultrapassa­da a fase negativa das últimas semanas

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal