O Jogo

Jota e Händel lançados na rampa de Álvaro Pacheco

Recente atualizaçã­o do portal “Transferma­rkt” reviu em alta os valores de mercado de dez jogadores vitorianos. Extremo e médio colaram-se a Varela e são os mais cotados do plantel Sequência de resultados francament­e positivos – quatro vitórias e um empate

- FRANCISCO SEBE

Vivem-se tempos de prosperida­de em Guimarães, endossados pelos bons resultados de um Vitória que somou sete triunfos em dez jogos com Álvaro Pacheco ao leme. Nos últimos cinco desafios, os vimaranens­es só não bateram o Boavista (1-1). Sequência tão positiva começa a ter reflexo em variadas dimensões, sendo uma delas a valorizaçã­o de ativos. Na mais recente atualizaçã­o de valores de mercado do “Transferma­rkt”, foram dez os jogadores que tiveram a cotação revista em alta, com destaque para Jota Silva e Tomás Händel. O extremo e o médio estão agora avaliados em quatro milhões de euros cada e são, a par de Bruno Varela, os mais valiosos (ver infografia) de um plantel que pesa 36,1 M€.

No caso de Jota, a subida ganha especial relevância pela dimensão. Em seis meses, o valor de mercado do atacante, que leva dez participaç­ões em golo em 2023/24, passou de 1,5 M€ para 4 M€, o que representa um aumento superior a 150 por cento. Indiscutív­el no meio-campo, a cotação de Händel subiu um milhão de euros, ao passo que André Silva, o melhor marcador dos vimaranens­es, passou a ter uma “etiqueta” de 2,5 M€.

Tiago Silva, Jorge Fernandes e João Mendes foram outros nomes que beneficiar­am da aliança formada pelo bom momento de forma e a cultura de vitória alicerçada por Álvaro Pacheco nos últimos meses. Contudo, não há bela sem senão e o “Transferma­rkt” também registou algumas quebras de cotação: apenas seis, todas de jogadores que, por um motivo ou outro, perderam algum protagonis­mo, casos de Maga, Nelson da Luz, Nuno Santos, André André, Telmo Arcanjo e Tounkara.

 ?? ?? Em meio ano, o valor de mercado de Jota Silva registou uma subida de 150 por cento
Em meio ano, o valor de mercado de Jota Silva registou uma subida de 150 por cento

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal