O Jogo

“Acreditamo­s que é possível”

Moreno não se deixa abater pela diferença entre as duas equipas e vai à procura de pontos na Luz

- CARLOS VERAS

Treinador do último classifica­do não tem dúvidas de que o Benfica não ficará prejudicad­o por alguns jogadores terem estado nas seleções e, por isso, poderem acusar desgaste físico.

O Chaves tem esta tarde, ●●● no Estádio da Luz, diante do Benfica, mais uma montanha para escalar na sua campanha cada vez mais difícil para continuar a marcar presença no escalão principal.

Ocupando o último lugar da tabela classifica­tiva e necessitad­o de amealhar pontos, os comandados de Moreno Teixeira preferiria­m, naturalmen­te, ter pela frente um adversário com menor gabarito, mas nem por isso perdem a motivação. “Não podemos fugir ao inevitável e, por isso, vamos encarar este jogo como mais um do nosso campeonato, acreditand­o que é possível conquistar pontos no Estádio da Luz”, referiu Moreno Teixeira. “A nossa situação classifica­tiva obriga-nos a pontuar. Embora sabendo que poucos acreditarã­o que é possível, é nisto que temos de acreditar e é assim que temos de continuar até ao final do campeonato”, insistiu o treinador do Chaves, procurando assim transmitir uma mensagem de esperança aos jogadores e aos adeptos transmonta­nos.

Abordando o tema das sele

ções e o eventual desgaste dos internacio­nais do Benfica, Moreno Teixeira não tem a menor dúvida de que Roger Schmidt tem soluções suficiente­s para se manter a um nível altíssimo. “Com ou sem Di María, Otamendi e outros, o Benfica será sempre forte”, atirou. “Claro que tivemos mais tempo para preparar o jogo, mas julgo que tal não será relevante”, apontou o técnico dos flavienses.

Seja qual for o esquema tático

a adotar ficou a promessa de uma equipa capaz de dar luta. “Não queremos esconder nada, pois jogando com uma defesa a três ou a quatro iremos apresentar uma equipa muito próxima daquela que defrontou o Vitória e que teve uma boa prestação. Durante o jogo iremos atuar conforme as exigências do mesmo”, prometeu.

Sem fugir ao tema da delicada situação da sua equipa e no facto de só faltarem oito jornadas para o fim do campeonato, Moreno Teixeira constata que “não há como fugir disso”. “Tem havido a ideia de que agora é que é decisivo, mas o nosso foco está apenas no jogo com o Benfica, acreditand­o que é possível fazer um bom jogo e conquistar pontos, pondo de parte qualquer eventual gestão do plantel a pensar no próximo jogo, com o Portimonen­se”, concluiu.

“Com ou sem Di María, Otamendi e outros, o Benfica será sempre forte”

Moreno Teixeira Treinador do Chaves

 ?? ?? Moreno confia no potencial dos jogadores do Chaves
Moreno confia no potencial dos jogadores do Chaves

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal