O Jogo

Geórgia humilde no discurso

Selecionad­or Willy Sagnol afirma que “há ou quatro cinco jogadores muito bons” no grupo

-

O selecionad­or da Geórgia admite que na fase final do próximo Europeu (a realizar em junho e julho na Alemanha) não poderá jogar de igual para igual com Portugal, seu adversário no Grupo F. “Por vezes podemos ter a posse de bola, como aconteceu frenteàEsc­óci anafas e de apuramento, mas o nosso objetivoé sermos sólidos atrás e rápidos na transição. O nosso futebol deve ass em elhar-seà cultura do país. Um país que se levanta cedo para ir trabalhar e que tem uma fibra patriótica que não há em França. Temos uma equipa de guerreiros-trabalhado­res, capazes de ter o controlo do jogo contra algumas equipas, mas não contra Espanha ou Portugal”, declarou Willy Sagnol, em entrevista ontem publicada no jornal “L’Équipe”.

Segundo o técnico, a Geórgia tem “quatro ou cinco jogadores muito bons”, como Kvaratskhe­lia, “que o mundo inteiro conhece”, Kiteishvil­i [médio do Sturm Graz], ou Mamardashv­ili, o guarda-redes que tem brilhado no Valência. “Também há o Davitashvi­li [Bordéus] ou o Kochorashv­ili [Levante], que eu aprecio bastante. O jogadores evoluíram, mas alguns jogam na Polónia, Chipre o uno segundo escalão grego. Portanto, temos de ser realistas quanto às nossas ambições ”, afirmou o treinador que conduziu a equipa ao apuramento na última terça-feira, ao vencer no play-off a Grécia, no desempate por grandes penalidade­s que teve como grande herói o já citado Mamar dashvili,gu arda-redes bem conhecido em Espanha.

“Somos capazes de dominar, mas não contra Espanha ou Portugal”

Willy Sagnol Selecionad­or da Géorgia

 ?? ?? Willy Sagnol cauteloso na abordagem ao Europeu
Willy Sagnol cauteloso na abordagem ao Europeu

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal