Re­por­ta­gem: XIII edi­ção de “Per­las Fa­co-Re­fra­ti­vas”, Al­con Vi­si­on Ca­re

OftalPro - - SUMÁRIO -

A pro­pó­si­to do 29º Con­gres­so da So­ci­e­da­de Es­pa­nho­la de Ci­rur­gia Ocu­lar Im­plan­to-Re­fra­ti­va (SECOIR) que de­cor­reu en­tre 14 e 17 de maio, a Al­con Vi­si­on Ca­re or­ga­ni­zou a 23ª edi­ção de “Per­las Fa­co-Re­fra­ti­vas”. Tra­ta-se de um even­to de ex­ce­lên­cia, em que se abor­dam as úl­ti­mas no­vi­da­des ci­rúr­gi­cas do cris­ta­li­no, as­sim co­mo di­fe­ren­tes ca­sos clí­ni­cos e ex­pe­ri­ên­ci­as so­bre tra­ta­men­tos.

Es­pe­ci­a­lis­tas em ci­rur­gia of­tal­mo­ló­gi­ca de to­da a re­gião es­pa­nho­la, e não só, reu­ni­ram-se a 15 de maio, em Alicante, pa­ra a 23ª edi­ção de “Per­las Fa­co-Re­fra­ti­vas”, um even­to ci­rúr­gi­co de ex­ce­lên­cia pro­ta­go­ni­za­do pe­la Al­con Vi­si­on Ca­re. Di­ri­gi­do por Ju­an Jo­sé Pé­rez San­ton­ja, che­fe do Ser­vi­ço de Of­tal­mo­lo­gia do Hos­pi­tal Ge­ne­ral de Alicante, e mo­de­ra­do por Ja­vi­er Men­di­cu­te, che­fe do Ser­vi­ço de Of­tal­mo­lo­gia do Hos­pi­tal de Do­nos­tia, o en­con­tro abor­dou as úl­ti­mas no­vi­da­des de ci­rur­gia re­fra­ti­va do cris­ta­li­no. “O ob­je­ti­vo des­ta jor­na­da con­sis­tiu em mos­trar os úl­ti­mos avan­ços em ci­rur­gia da ca­ta­ra­ta e do cris­ta­li­no”, re­ve­lou Ju­an San­to­ja. Des­ta for­ma, apre­sen­ta­ram-se “os mais re­cen­tes equi­pa­men­tos tec­no­ló­gi­cos pa­ra ci­rur­gia e os di­fe­ren­tes dis­po­si­ti­vos que tor­nam a in­ter­ven­ção mais sim­ples, com me­nos com­pli­ca­ções”, acres­cen­tou o res­pon­sá­vel. Uma das no­vi­da­des des­te ano as­sen­tou na in­cor­po­ra­ção da tec­no­lo­gia la­ser de fem­to­se­gun­do, no âm­bi­to de uma no­va abor­da­gem ci­rúr­gi­ca re­fra­ti­va da Al­con Vi­si­on Ca­re. “Es­ta tec­no­lo­gia per­mi­te in­te­grar a ava­li­a­ção pré-ci­rúr­gi­ca de um pa­ci­en­te com a exe­cu­ção da in­ter­ven­ção, pa­ra ga­ran­tir o me­lhor re­sul­ta­do pos­sí­vel”, ex­pli­cou Ja­vi­er Men­di­cu­te. E, nes­ta edi­ção do even­to “Per­las Fa­co-Re­fra­ti­vas”, trans­mi­ti­ram-se ci­rur­gi­as em di­re­to, nas quais foi usa­da a tec­no­lo­gia in­for­má­ti­ca de pon­ta Ca­ta­ract Re­frac­ti­ve Sui­te, de­sen­vol­vi­da es­pe­ci­fi­ca­men­te pa­ra apoi­ar os es­pe­ci­a­lis­tas nes­tas in­ter­ven­ções. Nes­te ca­so es­pe­cí­fi­co, par­ti­ci­pa­ram os ci­rur­giões Lau­re­a­no Ál­va­rez-Re­men­te­ría, Hum­ber­to Car­re­ras e Ra­món Lo­ren­te, jun­ta­men­te com o di­re­tor do en­con­tro, Ju­an San­ton­ja.

So­bre a ca­ta­ra­ta

A ca­ta­ra­ta, a opa­ci­da­de do olho cau­sa­da pe­lo en­ve­lhe­ci­men­to ou por le­são, é a prin­ci­pal cau­sa de ce­guei­ra evi­tá­vel em to­do o mun­do. As ca­ta­ra­tas as­so­ci­a­das à ida­de re­pre­sen­tam 48 por cen­to dos ca­sos de ce­guei­ra, ou se­ja, mais de 18 mi­lhões de pes­so­as, e pro­vo­cam uma vi­são de­fi­ci­en­te em mui­tos ou­tros mi­lha­res. A ci­rur­gia da ca­ta­ra­ta é um dos pro­ce­di­men­tos ci­rúr­gi­cos mais co­muns, pois to­dos os anos re­a­li­zam-se no mun­do qua­se 22 mi­lhões de in­ter­ven­ções. Um nú­me­ro que es­tá a cres­cer ra­pi­da­men­te, gra­ças às mu­dan­ças de­mo­grá­fi­cas e a um mai­or aces­so aos cuidados de saú­de em to­do o mun­do. A Or­ga­ni­za­ção Mun­di­al de Saú­de cal­cu­la que até 2020 vão efe­tu­ar-se, por ano, mais de 32 mi­lhões de ope­ra­ções de ca­ta­ra­tas. Além dis­so, os pa­drões nes­te ti­po de ci­rur­gia es­tão a avan­çar, dan­do lu­gar a uma bus­ca cons­tan­te por ino­va­ção e no­vos equi­pa­men­tos. Por es­ta ra­zão, um dos te­mas de que se tem fa­la­do apro­fun­da­da­men­te é a ci­rur­gia fa­co-re­fra­ti­va. Du­ran­te o en­con­tro em Es­pa­nha, mos­tra­ram-se em di­re­to três ci­rur­gi­as: du­as des­de o Hos­pi­tal Ge­ne­ral de Alicante e a ter­cei­ra des­de a Clí­ni­ca Re­men­te­ría. “As in­ter­ven­ções em di­re­to per­mi­tem que os par­ti­ci­pan­tes ve­jam em pri­mei­ra mão a tec­no­lo­gia ci­rúr­gi­ca que in­cor­po­ram pro­va­vel­men­te na sua prá­ti­ca diá­ria e, mais do que is­so, são con­du­zi­dos por um gru­po de es­pe­ci­a­lis­tas com ex­pe­ri­ên­cia com­pro­va­da na área”, re­fe­riu Ja­vi­er Men­di­cu­te. Es­ta edi­ção de “Per­las Fa­co-Re­fra­ti­vas” abor­dou ain­da ou­tros te­mas re­la­ci­o­na­dos com a ci­rur­gia of­tal­mo­ló­gi­ca, tais co­mo as com­pli­ca­ções que po­dem sur­gir após a in­ter­ven­ção. De­cor­reu ain­da um de­ba­te que pro­mo­veu uma par­ti­ci­pa­ção in­te­ra­ti­va en­tre os par­ti­ci­pan­tes e um painel de ‘ex­perts’, cons­ti­tuí­do por Ma­ría Vic­to­ria de Ro­jas, Pedro Tañá, Jo­sé Al­fon­so, Jo­sé Án­gel Cris­tó­bal, Luis Fer­nán­dez-Ve­ga, Je­ró­ni­mo La­ja­ra, Ra­fa­el Bar­ra­quer, Ana Ma­car­ro e Ra­món Ruiz-Me­sa.

Tec­no­lo­gia ao ser­vi­ço da vi­são

A Al­con or­ga­ni­za ain­da ou­tras con­fe­rên­ci­as pa­ra abor­dar ques­tões co­mo os de­sa­fi­os que se im­põem na ci­rur­gia do cris­ta­li­no em pa­ci­en­tes mío­pes ou

com dru­sas, as­sim co­mo as pa­to­lo­gi­as de ris­co pa­ra o de­sen­vol­vi­men­to de ede­ma ma­cu­lar após ci­rur­gia do cris­ta­li­no. Xavier Puig, res­pon­sá­vel pe­lo de­par­ta­men­to mé­di­co da Al­con, re­fe­riu que o en­con­tro “Per­las Fa­co-Re­fra­ti­vas” co­me­mo­rou es­te ano a sua 23ª edi­ção, tor­nan­do-se nu­ma ex­ce­len­te reu­nião ci­en­tí­fi­ca or­ga­ni­za­da pe­lo Ins­ti­tu­to Al­con. “Es­ta­mos mui­to or­gu­lho­sos pe­la boa acei­ta­ção que o even­to tem en­tre os pro­fis­si­o­nais do se­tor”. Já En­ri­que Chico, di­re­tor ge­ral da em­pre­sa em Es­pa­nha, con­cluiu que “o com­pro­mis­so da Al­con é pro­mo­ver o in­ter­câm­bio de co­nhe­ci­men­tos e ex­pe­ri­ên­ci­as en­tre os pro­fis­si­o­nais de saú­de en­vol­vi­dos no tra­ta­men­to das pa­to­lo­gi­as vi­su­ais. Que­re­mos, aci­ma de tu­do, dar a co­nhe­cer es­sas ino­va­ções tec­no­ló­gi­cas que fa­ci­li­tam o tra­ba­lho dos pro­fis­si­o­nais e me­lho­ram a qua­li­da­de de vi­da dos pa­ci­en­tes”.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.