En­tre­vis­ta: Di­a­na San­tos, VII Jor­na­das ASPREH

VII Jor­na­das Ci­en­tí­fi­co-Téc­ni­cas da ASPREH

Opticapro - - Sumário -

As VII Jor­na­das Ci­en­tí­fi­co-Téc­ni­cas da ASPREH de­cor­re­ram en­tre os di­as 17 e 19 de abril, no Por­to. Ape­sar de con­tar já com se­te edi­ções, es­te en­con­tro foi re­a­li­za­do pe­la pri­mei­ra vez em Por­tu­gal e qui­se­mos, por is­so, fa­lar com a co­mis­são or­ga­ni­za­do­ra. “Qual­quer even­to que per­mi­ta o alar­ga­men­to do âm­bi­to de ação e de in­ves­ti­ga­ção é fa­vo­rá­vel aos pro­fis­si­o­nais que ne­la tra­ba­lham. As­sim, es­te mo­men­to de apren­di­za­gem do­tou as áre­as da óti­ca e da of­tal­mo­lo­gia por­tu­gue­sas de con­ta­tos di­re­tos e in­for­mais com aque­les que, pro­fis­si­o­nal­men­te ou não, be­ne­fi­ci­am dos seus pro­du­tos ou ser­vi­ços”, afir­mou-nos Di­a­na San­tos.

Óp­ti­caP­ro: O que des­ta­cam das VII Jor­na­das Ci­en­tí­fi­co-Téc­ni­cas da ASPREH?

Di­a­na San­tos: As VII Jor­na­das Ci­en­tí­fi­co-Téc­ni­cas da ASPREH (As­so­ci­a­ção de Pro­fis­si­o­nais de Re­a­bi­li­ta­ção de Pes­so­as com De­fi­ci­ên­cia Vi­su­al) re­ve­la­ram-se um even­to pioneiro em Por­tu­gal no que re­fe­re à par­ti­lha de ex­pe­ri­ên­ci­as, de sa­be­res, de prá­ti­cas e, não me­nos im­por­tan­te, de emo­ções vi­ven­ci­a­das en­tre os vá­ri­os par­ti­ci­pan­tes e pro­fis­si­o­nais li­ga­dos à ha­bi­li­ta­ção e à re­a­bi­li­ta­ção da pes­soa com de­fi­ci­ên­cia vi­su­al. Es­te even­to de­mons­trou ser, in­du­bi­ta­vel­men­te, um es­pa­ço on­de se atri­buiu gran­de im­por­tân­cia ao diá­lo­go plu­ral en­tre as di­fe­ren­tes áre­as da re­a­bi­li­ta­ção: edu­ca­ção, saú­de, as­so­ci­a­ti­vis­mo ou em­pre­sa­ri­al, te­ra­pi­as, en­tre ou­tras.

OP: De fac­to, foi a pri­mei­ra que re­a­li­za­ram o even­to em Por­tu­gal. Foi uma boa apos­ta?

DS: No de­cor­rer de uma con­ver­sa in­for­mal com os de­mais re­pre­sen­tan­tes da ASPREH e as en­ti­da­des or­ga­ni­za­do­ras - no­me­a­da­men­te a ASPREH, a Fa­cul­da­de de Des­por­to da Uni­ver­si­da­de do Por­to, a Fa­cul­da­de de Mo­tri­ci­da­de Hu­ma­na da Uni­ver­si­da­de de Lis­boa, a Uni­ver­si­da­de do Mi­nho, a Área Me­tro­po­li­ta­na do Por­to e a Li­ons Club In­ter­na­ci­o­nal -, co­lo­ca­ram-se, pron­ta­men­te, à dis­po­si­ção de en­fren­tar es­te de­sa­fio de gran­de res­pon­sa­bi­li­da­de. Por con­si­de­rar­mos que mui­tos dos te­mas e das abor­da­gens pre­sen­tes nas pre­ce­den­tes jor­na­das da ASPREH se­ri­am do in­te­res­se dos pro­fis­si­o­nais por­tu­gue­ses e que se re­ve­la­ri­am de uma mais-va­lia pa­ra qu­em tra­ba­lha no ter­re­no di­a­ri­a­men­te com es­ta pro­ble­má­ti­ca, es­ti­ve­mos to­dos reu­ni­dos pa­ra acres­cen­tar­mos al­go de no­vo à nos­sa for­ma­ção pro­fis­si­o­nal e, não me­nos im­por­tan­te, ao nos­so cres­ci­men­to pes­so­al. A par­ti­ci­pa­ção nes­tas Jor­na­das e o in­te­res­se que elas mo­ti­va­ram ex­ce­deu to­das as nos­sas ex­pe­ta­ti­vas. Tan­to pe­lo nú­me­ro de par­ti­ci­pan­tes ins­cri­tos, nas jor­na­das e nos cur­sos de for­ma­ção

dis­po­ni­bi­li­za­dos, co­mo pe­lo nú­me­ro de as­so­ci­a­ções e em­pre­sas que acei­ta­ram par­ti­lhar con­nos­co as su­as prá­ti­cas pro­fis­si­o­nais.

OP: O te­ma das jor­na­das foi “O im­pac­to da tec­no­lo­gia na re­a­bi­li­ta­ção das pes­so­as com de­fi­ci­ên­cia vi­su­al”. Que pon­tos fo­ram abor­da­dos nes­te sen­ti­do?

DS: O pro­gra­ma das VII Jor­na­das Ci­en­tí­fi­co-Téc­ni­cas da ASPREH con­tou com cin­co cur­sos de for­ma­ção, acre­di­ta­dos pe­la As­so­ci­a­ção de Profs­si­o­nais Li­cen­ci­a­dos de Op­to­me­tria e pe­lo Con­se­lho Ci­en­tí­fi­co- Pe­da­gó­gi­co da For­ma­ção Contínua, e com 17 co­mu­ni­ca­ções, que abor­da­ram vá­ri­as te­má­ti­cas li­ga­das à re­a­bi­li­ta­ção e à ha­bi­li­ta­ção da vi­são atra­vés do uso de tec­no­lo­gia, no­me­a­da­men­te na of­tal­mo­lo­gia, na óti­ca, nos sis­te­mas de am­pli­a­ção, na co­mu­ni­ca­ção com pes­so­as sur­do­ce­gas, en­quan­to aju­da vi­su­al, na ori­en­ta­ção e mo­bi­li­da­de, na aces­si­bi­li­da­de, nas ati­vi­da­des de lei­tu­ra, en­tre ou­tras.

OP: Quan­tos pro­fis­si­o­nais es­ti­ve­ram pre­sen­tes na au­di­ên­cia?

DS: Ao lon­go dos três di­as de for­ma­ção foi pos­sí­vel reu­nir um con­jun­to de co­mu­ni­ca­ções, con­fi­a­das a es­pe­ci­a­lis­tas de re­no­me, tan­to es­pa­nhóis co­mo na­ci­o­nais, com um ele­va­do ní­vel e in­con­tes­tá­vel in­te­res­se e cu­jos con­tri­bu­tos cons­ti­tuí­ram num aglo­me­ra­do de re­fle­xões de gran­de uti­li­da­de na re­a­bi­li­ta­ção e na ha­bi­li­ta­ção da pes­soa com de­fi­ci­ên­cia vi­su­al. Es­ta­tis­ti­ca­men­te, con­tá­mos com uma equi­pa de 30 pa­les­tran­tes, no­me­a­da­men­te oi­to for­ma­do­res, qua­tro mo­de­ra­do­res e 18 ora­do­res. O ‘ fe­ed­back’ por par­te dos par­ti­ci­pan­tes foi ex­tre­ma­men­te po­si­ti­vo e, por is­so, con­ta­mos re­a­li­zar a cur­to pra­zo ou­tros even­tos que ve­nham a dar con­ti­nui­da­de ao tra­ba­lho de­sen­vol­vi­do nas VII Jor­na­das Ci­en­tí­fi­co-Téc­ni­cas da ASPREH.

OP: Que men­sa­gem gos­ta­ri­am de dei­xar a to­dos os nos­sos lei­to­res?

DS: En­quan­to or­ga­ni­za­do­res des­te even­to, vi­mos pro­por aos lei­to­res da Óp­ti­caP­ro que se pro­po­nham a acei­tar o de­sa­fio de tor­nar pú­bli­cos os re­sul­ta­dos da su­as re­fle­xões, pes­qui­sas e ex­pe­ri­ên­ci­as pro­fis­si­o­nais. A di­fu­são do sa­ber jus­ti­fi­ca a trans­gres­são de to­das as fron­tei­ras.

OP: O que po­dem di­zer-nos so­bre a ASPREH?

DS: A As­so­ci­a­ção de Pro­fis­si­o­nais de Re­a­bi­li­ta­ção de Pes­so­as com De­fi­ci­ên­cia Vi­su­al – ASPREH – é uma as­so­ci­a­ção pro­fis­si­o­nal in­de­pen­den­te de âm­bi­to na­ci­o­nal, com Es­ta­tu­to de Uti­li­da­de Pú­bli­ca, que foi fun­da­da com o ob­je­ti­vo de se tor­nar uma re­fe­rên­cia pa­ra os pro­fis­si­o­nais e pa­ra as pes­so­as com de­fi­ci­ên­cia vi­su­al e seus fa­mi­li­a­res, atra­vés das ini­ci­a­ti­vas e ser­vi­ços pres­ta­dos na área da re­a­bi­li­ta­ção vi­su­al.

© Nil­son Costa

© Nil­son Costa

Leonor Mo­niz Pe­rei­ra (Fa­cul­da­de da Mo­tri­ci­da­de Hu­ma­na), Di­a­na San­tos (ASPREH) e Rui Cor­re­dei­ra (Fa­cul­da­de de Des­por­to da Uni­ver­si­da­de do Por­to)

© Nil­son Costa

© Nil­son Costa

Be­ni­to Co­di­na (Pre­si­den­te da ASPREH), Di­a­na San­tos (ASPREH) e An­tó­nio Fi­li­pe Ma­ce­do (Uni­ver­si­da­de do Mi­nho)

© Nil­son Costa

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.