Re­por­ta­gem: XI Sim­pó­sio do Grupo Con­se­lhei­ros da Vi­são

As óti­cas do Grupo Con­se­lhei­ros da Vi­são (GCV) re­a­li­za­ram, entre os di­as 22 e 25 de abril, o seu XI Sim­pó­sio nas Ter­mas do Lu­so.

Opticapro - - Sumário -

As Óti­cas Con­se­lhei­ros da Vi­são reu­ni­ram os seus co­o­pe­ra­do­res no Gran­de Ho­tel do Lu­so, bus­can­do ins­pi­ra­ção e tran­qui­li­da­de, no meio de uma pai­sa­gem mag­ní­fi­ca. Durante quatro di­as, qua­se 160 pes­so­as par­ti­ci­pa­ram num pro­gra­ma in­ten­so e di­ver­si­fi­ca­do, sen­do o te­ma ful­cral dos tra­ba­lhos téc­ni­co- ci­en­tí­fi­cos “De­sa­fi­os da Óp­ti­ca do Séc. XXI”, com os de­ba­tes mo­de­ra­dos pela jor­na­lis­ta Ade­lai­de de Sou­sa. Bruno Car­lo­to ( li­cen­ci­a­do em Op­to­me­tria) foi o pre­si­den­te do XI Sim­pó­sio, que te­ve co­mo pa­tro­ci­na­dor prin­ci­pal a Hoya. A ce­ri­mó­nia de aber­tu­ra dos tra­ba­lhos con­tou com a pre­sen­ça de Guilherme Du­ar­te, vi­ce-pre­si­den­te da Câ­ma­ra Municipal da Me­a­lha­da.

Os Con­se­lhei­ros da Vi­são, en­quan­to par­cei­ros ofi­ci­ais da Miss Lo­ok de Gla­mour, não po­de­ri­am dei­xar de - no seu tra­di­ci­o­nal Jan­tar de Gala - as­sis­tir a um des­fi­le de mo­da com as no­vi­da­des da Ni­ke e da La­cos­te, a que se se­guiu uma atu­a­ção de Ana Can­to­ra. “Esta atu­a­ção en­can­tou todos os pre­sen­tes pela ale­gria e rit­mo me­xi­do dos seus co­nhe­ci­dos êxi­tos e no­vas can­ções. Mui­tos não re­sis­ti­ram a ‘um pé de dan­ça’”, afir­ma­ram os res­pon­sá­veis pela or­ga­ni­za­ção do even­to.

A Co­o­perVi­si­on anun­ci­ou o lan­ça­men­to da len­te Bi­o­fi­nity XR to­ric, uma das mai­o­res ex­pan­sões da fa­mí­lia de len­tes men­sais em si­li­co­ne hi­dro­gel Bi­o­fi­nity . A ga­ma Bi­o­fi­nity XR é a úni­ca em si­li­co­ne hi­dro­gel dos gran­des fa­bri­can­tes de­se­nha­da para pa­ci­en­tes com ne­ces­si­da­des re­fra­ti­vas mais além das tra­di­ci­o­nais po­tên­ci­as em stock. A Co­o­perVi­si­on in­tro­du­ziu pela pri­mei­ra vez as su­as len­tes es­fé­ri­cas Bi­o­fi­nity® XR em fi­nais de 2013, ofe­re­cen­do aos pa­ci­en­tes com al­tas po­tên­ci­as de mi­o­pia ou hi­per­me­tro­pia uma com­bi­na­ção de ele­va­da trans­mis­si­bi­li­da­de ao oxi­gé­nio e con­for­to durante todo o dia. Com Bi­o­fi­nity® XR to­ric, estes be­ne­fí­ci­os es­ten­dem-se para as pes­so­as que pos­su­em al­tas mi­o­pi­as ou hi­per­me­tro­pi­as ali­a­das a um al­to as­tig­ma­tis­mo, que ha­bi­tu­al­men­te são pa­ci­en­tes que já ti­ve­ram pro­ble­mas com as len­tes de con­tac­to no pas­sa­do, ou in­clu­si­va­men­te po­dem ter pen­sa­do que o uso de len­tes de con­tac­to não era uma op­ção. As len­tes Bi­o­fi­nity® XR to­ric pos­su­em uma es­pes­su­ra ho­ri­zon­tal ISO igual e uni­for­me e uma zo­na pris­má­ti­ca oti­mi­za­da co­mo as len­tes Bi­o­fi­nity® to­ric, fa­zen­do com que se­ja uma len­te fá­cil de adap­tar com uma boa es­ta­bi­li­da­de e ex­ce­ci­o­nal qua­li­da­de de vi­são. A sua su­per­fí­cie oti­mi­za­da as­se­gu­ra que o pes­ta­ne­jar in­te­ra­ge com uma su­per­fí­cie da len­te su­a­ve em ca­da pes­ta­ne­jo, o que re­sul­ta nu­ma ex­pe­ri­ên­cia de uso mais con­for­tá­vel. Co­mo em to­das as len­tes Bi­o­fi­nity®, a len­te Bi­o­fi­nity® XR to­ric é fa­bri­ca­da com a tec­no­lo­gia Aqua­form® Tec­no­logy, que pos­si­bi­li­ta que mais oxi­gé­nio che­gue aos olhos, aju­dan­do a man­ter os olhos bran­cos, cla­ros e uma fi­si­o­lo­gia cor­ne­al mais sau­dá­vel. O ma­te­ri­al da len­te é hi­dra­ta­do de for­ma na­tu­ral e uni­for­me, pro­por­ci­o­nan­do uma len­te de con­tac­to su­a­ve e fle­xí­vel. As len­tes Bi­o­fi­nity® XR to­ric es­tão dis­po­ní­veis a partir de ju­lho de 2016. As len­tes es­ta­rão des­de já dis­po­ní­veis em po­tên­ci­as es­fé­ri­cas de - 6 a -10 (em pas­sos de 0.50), de - 6 a + 6 (em pas­sos de 0.50), com ci­lin­dros de -2,75 a - 5.75 (em pas­sos de 0.50) e com ei­xos de 5º a 180º (em pas­sos de 5º). Nas es­fe­ras de +8.50 a +10 também es­ta­rão dis­po­ní­veis os ci­lin­dros mais bai­xos de - 0.75 a -2,25 (em pas­sos de 0,50). ma­te­ri­ais e co­res que vão des­de os cris­tais pop art, pas­san­do pe­las co­res ten­dên­cia mais es­cu­ras e aca­ba­men­tos ace­ti­na­dos. As co­res vi­bran­tes são também um “must ha­ve” não es­que­cen­do os es­pe­lha­dos. Todos os ócu­los INVU pos­su­em len­tes ul­tra po­la­ri­za­das que eli­mi­nam com­ple­ta­men­te o bri­lho re­fle­ti­do e ofe­re­cem uma me­lhor vi­são e per­ce­ção de co­res. A len­te pos­sui também um re­ves­ti­men­to que a pro­te­ge con­tra os ris­cos.

Luis Ne­ves, Ra­fa­el da Silva, Guilherme Du­ar­te, Pedro So­a­res e Bruno Car­lo­to

Bruno Car­lo­to

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.