CAR­RE­GA­MEN­TOS DE BA­TE­RIA DE SMARTPHO­NES PO­DE­RÃO DU­PLI­CAR EMIS­SÕES DE CO EM 2019

PC Guia - - PRIMEIRA PÁGINA -

Nu­ma al­tu­ra em que as ven­das de smartpho­nes su­pe­ra­ram os mil mi­lhões anu­ais em 2013, co­me­çam a sur­gir os pri­mei­ros es­tu­dos que apre­sen­tam o im­pac­to am­bi­en­tal do uso des­tes equi­pa­men­tos, não só no seu de­sen­vol­vi­men­to e fa­bri­co, bem co­mo na sua uti­li­za­ção. Se­gun­do a con­sul­to­ra Ju­ni­per Re­se­ar­ch, ac­tu­al­men­te são gas­tos 6,4 me­ga­to­ne­la­das de ga­ses de efei­to de es­tu­fa com a ener­gia dis­pen­sa­da pa­ra o car­re­ga­men­to das ba­te­ri­as dos smartpho­nes em uti­li­za­ção, sen­do es­pec­tá­vel que es­se va­lor su­ba pa­ra as 13 me­ga­to­ne­la­das no pra­zo de cin­co anos, is­to ten­do em con­ta o au­men­to cons­tan­te da ven­da de smartpho­nes no­vos. As so­lu­ções apre­sen­ta­das pe­la con­sul­to­ra pa­ra di­mi­nui­ção do im­pac­to am­bi­en­tal des­tes pe­que­nos, mas in­dis­pen­sá­veis, equi­pa­men­tos pren­de-se com a es­co­lha de um for­ne­ce­dor de ener­gia que ga­ran­ta que a sua ener­gia é pro­ve­ni­en­te de fontes re­no­vá­veis, bem co­mo da adop­ção de sis­te­mas que ga­ran­tam uma mai­or efi­ci­ên­cia ener­gé­ti­ca nos pró­pri­os dis­po­si­ti­vos.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.