Mer­ce­des-AMG C63 S Sta­ti­on Vol­vo CX90

PC Guia - - ÍNDICE -

Já ima­gi­nou o que se­rá fi­car sem car­ta em pou­co mi­nu­tos, sa­ben­do que tem as cri­an­ças nos ban­cos de trás ain­da meio a dor­mir e es­tar atra­sa­do pa­ra os le­var à es­co­la? Is­to se­rá ex­tre­ma­men­te sim­ples de con­se­guir ao vo­lan­te des­ta lu­ná­ti­ca car­ri­nha Mer­ce­des-Benz. Fe­liz­men­te, não te­nho fi­lhos (ain­da), nem fi­quei sem a car­ta (es­pe­ro), mas uma coi­sa lhe ga­ran­to: o sor­ri­so de ore­lha a ore­lha foi al­go que nun­ca de­sa­pa­re­ceu da mi­nha fa­ce du­ran­te o pe­río­do de tes­tes. Li­gei­ra­men­te mais lar­ga e bai­xa que a ver­são tra­di­ci­o­nal, es­ta Mer­ce­des-AMG (sub-mar­ca res­pon­sá­vel pe­lo de­sen­vol­vi­do de to­dos os fu­tu­ros mo­de­los pre­pa­ra­dos pe­la AMG) pas­sa­ria to­tal­men­te des­per­ce­bi­da no meio do trân­si­to, não fos­se a pin­tu­ra cin­za mate (Iri­dium Mag­no), as enor­mes jan­tes AMG de 19 po­le­ga­das pre­tas e as du­as saí­das du­plas de es­ca­pe, que emi­ti­ram sem­pre uma so­no­ri­da­de apai­xo­nan­te. Acres­cen­te-se a is­to a pre­sen­ça de um botão ca­paz de man­ter o som num mo­do mais au­dí­vel. E já que fa­la­mos em bo­tões, na­da co­mo po­der­mos usar um pa­ra es­co­lher o mo­do de con­du­ção mais de­se­ja­do (Com­fort, Sport, Sport+ e Ra­ce), ou usar o me­nu in­di­vi­du­al pa­ra de­ter­mi­nar o com­por­ta­men­to de di­ver­sos ele­men­tos, co­mo o do ESP, da so­no­ri­da­de do es­ca­pe, du­re­za da sus­pen­são e tem­po de resposta do mo­tor. E já que fa­la­mos em mo­tor, es­que­ça as no­men­cla­tu­ras Mer­ce­des do pas­sa­do, pois a de­sig­na­ção C63 na­da tem que ver com a ci­lin­dra­da do mo­tor. Es­ta es­pa­ço­sa e (sur­pre­en­den­te­men­te) car­ri­nha vem equi­pa­da com uma de­ri­va­ção do M178 tam­bém pre­sen­te no bri­lhan­te AMG GT, ou se­ja, um 4.0 V8 bi­tur­bo. Cu­ri­o­sa­men­te, a co­lo­ca­ção dos tur­bos bem no cen­tro do mo­tor per­mi­te ge­rar uma resposta ime­di­a­ta do blo­co, tal co­mo se fos­se um mo­tor at­mos­fé­ri­co de ci­lin­dra­da su­pe­ri­or. São, ao to­do, 510 ca­va­los (na ver­são C63 S) a se­rem ex­traí­dos pa­ra o ei­xo tra­sei­ro, atra­vés da efi­caz cai­xa au­to­má­ti­ca AMG Spe­edshift MCT7, que fun­ci­o­na em con­jun­to com um di­fe­ren­ci­al tra­sei­ro eléc­tri­co. Es­te ga­ran­te ain­da uma re­par­ti­ção per­fei­ta da po­tên­cia quan­do abu­sa­mos do pe­dal do ace­le­ra­dor… uma si­tu­a­ção cons­tan­te, di­ga-se de pas­sa­gem! Co­mo se is­to não bas­tas­se, es­te mo­de­lo de en­saio vi­nha equi­pa­do com o Pack AMG Dri­ver, que au­men­ta a ve­lo­ci­da­de má­xi­ma (li­mi­ta­da) de 250 pa­ra 280 km/h. Co­mo era bom que ti­vés­se­mos es­tra­das (e leis) que nos per­mi­tis­sem des­fru­tar em ple­no des­ta car­ri­nha. G.D.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.