ALI­MEN­TA­ÇÃO

PC Guia - - BOOT -

Ape­sar de ser um dis­po­si­ti­vo pe­que­no e re­la­ti­va­men­te con­ti­do em ter­mos de con­su­mo ener­gé­ti­co, a exis­tên­cia das por­tas USB, bem co­mo a pos­si­bi­li­da­de de re­ce­ber até qua­tro dis­po­si­ti­vos USB, obri­gam a que a fon­te de ali­men­ta­ção do sis­te­ma se­ja sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te mais po­ten­te que o con­su­mo mé­dio do mes­mo. Co­mo tal, além da aqui­si­ção da pla­ca do Raspberry Pi, de­ve­rá com­prar um trans­for­ma­dor Mi­croUSB que su­por­te os re­qui­si­tos ener­gé­ti­cos de ca­da mo­de­lo. Se uti­li­zar um mo­de­lo de pri­mei­ra ge­ra­ção, co­mo o Mo­de­lo A ou A+, es­te ape­nas exi­ge um trans­for­ma­dor com li­ga­ção Mi­croUSB de 5 V com uma ca­pa­ci­da­de de car­ga de ape­nas 700 mA, o mes­mo uti­li­za­do por pra­ti­ca­men­te to­dos os car­re­ga­do­res de smartpho­nes do mer­ca­do. Pa­ra os mo­de­los do ti­po B e B+ já te­rá de ser usa­da uma fon­te de ali­men­ta­ção mais po­ten­te, cul­pa do mai­or nú­me­ro de por­tas USB dis­po­ní­veis, sen­do ne­ces­sá­rio um ali­men­ta­dor de 5 V do ti­po Mi­cro USB com 1,2 A de car­ga pa­ra o mo­de­lo B e 1,8 A pa­ra o mo­de­lo B+. Es­te mes­mo re­qui­si­to é exi­gi­do pe­lo Raspberry Pi 2 B, sen­do o mais re­cen­te, o Raspberry Pi 3 B, o mo­de­lo mais exi­gen­te, sen­do fun­da­men­tal o uso de um ali­men­ta­dor ca­paz de su­por­tar uma car­ga de 2,5 A.

Newspapers in Portuguese

Newspapers from Portugal

© PressReader. All rights reserved.